Atletismo marca o início da edição de 2021 dos Jogos Escolares do Recife

atletismo-marca-o-inicio-da-edicao-de-2021-dos-jogos-escolares-do-recife

Competição foi aberta nesta quarta-feira (10) e segue até o dia 22 de dezembro. Neste primeiro dia, 171 atletas da Rede Municipal de ensino estiveram presentes. (Foto: Cortesia)

Não teve sol ou calor que reduzisse o ânimo de quem estava no Parque e Centro Esportivo Santos Dumont, em Boa Viagem, na manhã desta quarta-feira (10). O local sediou a abertura da edição de 2021 dos Jogos Escolares do Recife. A cerimônia contou com a presença de Rodrigo Coutinho, secretário de Esportes da Prefeitura do Recife, Yane Marques, secretária executiva de Esportes da Prefeitura do Recife, e Diego Pérez, secretário executivo de Esportes de Pernambuco. 

Neste primeiro dia, 171 atletas de 10 escolas da Rede Municipal de ensino disputaram provas de atletismo. Na abertura, Rodrigo Coutinho apontou a relevância do evento para a Secretaria de Esportes da Prefeitura do Recife. “A partir dos jogos escolares, muitas crianças começam a vida no esporte. Essa é uma das nossas atividades mais importantes. Lá na frente, vamos colher os frutos dessas crianças e atletas como grandes campeões, representando o Recife e o Brasil”, declarou o secretário. 

Antes do início das provas, parte da equipe de colaboradores verificou a carteira de vacinação de todos os inscritos. Para participar desta edição, é exigido que atletas e professores apresentem documento oficial com foto e cartão de vacina atualizado com ao menos a primeira dose do imunizante contra a Covid-19. A não realização em 2020 se deu justamente por conta dos protocolos sanitários decorrentes do momento pandêmico. Com o avanço da imunização no Recife, as atividades esportivas voltam a fazer parte do calendário municipal.

“Estamos muito felizes com essa retomada. Obviamente, tomando todos os cuidados. Temos muita cautela. Pisando no freio para a gente começar e terminar bem, com segurança”, ressaltou Yane Marques. “Hoje fazemos o recomeço de uma competição extremamente importante. É uma oportunidade que a gente tem de trazer para os meninos e meninas uma realidade que inclui, que educa e dá essa oportunidade de viver o esporte”. 

Finalmente, o retorno – Nas pistas, um dos vencedores foi o Luiz Henrique, de 14 anos, da Escola Municipal Nilo Pereira, que ficou em primeiro na prova dos 800 metros rasos. “É muito bom esse retorno. Acabei ficando parado durante 2020, sem competir, por conta da pandemia. Treino futebol, mas sempre tive bom desempenho com a corrida. Fico feliz por voltar e ter vencido a prova”, contou, ainda ofegante.   

Jéssica Vitória, 14 anos, da Escola Municipal Poeta Jonatas Braga, também saiu com medalha. Venceu os 1000 metros rasos e frisou que não ficou parada enquanto esteve sem competição. “Fico feliz por essa oportunidade de agora. Eu já vinha treinando karatê, para me manter ativa, mas vinha saindo de casa para correr, também. É muito bom ver que o meu esforço e dedicação teve recompensa. Pretendo muito seguir competindo no atletismo”, projeta.

Além do atletismo, os jogos contarão com natação, badminton, vôlei de praia, vôlei de quadra, xadrez, luta olímpica, basquete, futsal e handebol. Pessoas com deficiência poderão competir no xadrez e no paratletismo. Somente o atletismo, nesta quarta (10) e quinta (11), acontecerá no Parque e Centro Esportivo Santos Dumont, em Boa Viagem. Todo o restante será realizado no Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães (Geraldão), na Imbiribeira. 

Além das medalhas e troféus habituais para os vencedores de cada modalidade, os participantes concorrem ao Bolsa Atleta Recife, em 2022. O valor é de R$300, por 12 meses. A competição também funciona como etapa classificatória para os Jogos Escolares de Pernambuco (JEPs) – que, por conseguinte, dá acesso aos Jogos Escolares da Juventude, realizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB).