Assessoria de imprensa da PCR envia resposta ao Blog sobre protesto das Nações de Maracatus que acontece neste momento

assessoria-de-imprensa-da-pcr-envia-resposta-ao-blog-sobre-protesto-das-nacoes-de-maracatus-que-acontece-neste-momento

A Secretaria de Governo e Participação Social do Recife, através de sua assessoria de imprensa, enviou resposta para o Blog sobre o protesto que acontece neste momento no pátio da Prefeitura do Recife, organizado pelas Nações de Maracatus. Fábio Sotero, presidente da Associação dos Maracatus Nação de Pernambuco, contou ao Blog que desde junho protocou diversos documentos solicitando diálogo para uma pauta bastante intensa e não teve nenhuma resposta.

“Solicitamos diálogo também para conversar sobre um possível Carnaval e também não tivemos resposta positiva, muito menos negativa. É de entendimento de todas as nações que a atual gestão pratica um racismo institucional, uma vez em que na última quinta-feira fomos surpreendidos com uma apresentação no auditório da PCR (Prefeitura da Cidade do Recife) de um grupo percussivo, sem tradição, sem vestimenta adequada, sem representatividade das nações de comunidades”, declarou.

Resposta

A Secretaria de Governo e Participação Social do Recife informa que está recebendo uma comissão dos manifestantes, porém ratifica que a Secretaria de Cultura está permanentemente aberta ao diálogo pois, desde janeiro, criou o programa Chama Cultura, reuniões que culminaram em quase 100 encontros com representantes da Cultura Popular do Recife, dois deles, inclusive, com a Associação dos Maracatus Nação de Pernambuco (AMANPE).

Em plena pandemia, a gestão também teve um olhar especial para a cadeia criativa cultural da cidade, com ações imediatas para fomento à classe artística e as manifestações culturais, algumas das categorias mais prejudicadas devido ao novo coronavírus. Entre as iniciativas, a gestão implementou o Auxílio Municipal Emergencial (AME) no Carnaval e São João, a reabertura da Casa do Carnaval, a retomada do Sistema de Incentivo à Cultura, o pagamento de cachês em atraso e a criação da Lei do Registro do Patrimônio Vivo, entre outras iniciativas.

05/10/2021 às 12:21 – Por Andros Silva