ze-teodoro-cita-que-quem-esta-no-santa-precisa-aprender-a-“trabalhar-na-dificuldade”

Zé Teodoro cita que quem está no Santa precisa aprender a “trabalhar na dificuldade”

Pegar o Santa Cruz em uma fase difícil está longe de ser uma novidade para Zé Teodoro. Treinador do Tricolor em outras ocasiões, a maior novidade para o profissional em 2022 é a função em que ele estará trabalhando no clube. Depois de prestar serviços à beira do gramado, o antigo comandante retorna ao Arruda para assumir o posto de coordenador. Em comum, porém, o desejo de reerguer a Cobra Coral. 

“Juntos, eu e Martelotte (técnico) fizemos um trabalho positivo no passado e fomos convocados para essa nova missão. O importante é continuar dialogando com os jogadores, passando a experiência de tudo que já vivemos aqui para acrescentar. Quem trabalha no Santa Cruz precisa aprender a trabalhar na dificuldade. Estou fazendo uma nova função para colaborar o máximo. É totalmente diferente. Não vou participar da parte técnica e tática. Minha obrigação é trabalhar naquilo que o treinador necessita, sendo um elo, ajudando nas exigências e trabalhando com a diretoria”, afirmou. 

Zé Teodoro também evitou traçar semelhanças com o cenário atual em comparação ao de quando trabalhou no clube em anos anteriores. Ainda assim, frisou que a presença do Santa na quarta divisão, além do cenário financeiro, trazem uma preocupação a mais.  

“São dois momentos diferentes. Hoje, encontrei o clube com uma estrutura física melhor. A diferença é a situação de problemas financeiros que está vivendo. Um clube que saiu de um momento sem divisão até a Série A, mas que hoje se encontra na D. Isso requer uma atenção e equilíbrio para buscar o objetivo maior. Só os resultados podem ajudar. Viemos de uma crise difícil, mas o torcedor já provou que está acreditando e confiando no trabalho de transparência e honestidade”, frisou.

Nos últimos dias, o Santa Cruz teve a saída de dois atletas: o lateral Marcos Martins e o atacante Mateus Anderson. Mesmo com o técnico Marcelo Martelotte confiante de que o Tricolor não terá uma “debandada”, o coordenador frisou que o Tricolor está atento ao cenário e consciente de que terá que ir ao mercado para contratar mais peças. 

 “Se (o jogador) não estiver comprometido, temos que atender ao pedido dele e ir em busca de um substituto à altura. Ninguém é insubstituível”, declarou. 

Veja também

Fonte: Folha PE

About

Veja também

leclerc-e-o-mais-rapido-na-1a-sessao-de-treinos-livres-do-gp-da-espanha

Leclerc é o mais rápido na 1ª sessão de treinos livres do GP da Espanha

O monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, foi o mais rápido na primeira sessão de treinos …

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: