presidente-do-pt-de-jaboatao-rebate-vereadores-que-elogiaram-mano-e-chama-de-‘fariseus’-catolicos-que-comemoraram-aniversario-da-cidade-ao-lado-do-prefeito

Presidente do PT de Jaboatão rebate vereadores que elogiaram Mano e chama de ‘Fariseus’ católicos que comemoraram aniversário da cidade ao lado do prefeito

Neco Filho, Maria Auxiliadora e Eneas Marcelo. Fotos: Divulgação

Maria Auxiliadora, presidente do PT em Jaboatão, uma crítica ferrenha da gestão de Mano Medeiros e de tudo relacionado ao prefeito, rebateu os vereadores Neco Filho e Eneas Marcelo, que elogiaram Medeiros pelo “desenvolvimento cultural e esportivo” no município que ele governa.

“E desde quando fazer festa é desenvolvimento cultural?”, questionou Dôra, como é mais conhecida no meio político. Em tom irônico, a petista chegou a dizer que no esporte, a administração municipal, incluindo os parlamentares que apoiaram a ideia, “destruíram o Jefferson de Freitas e construíram um parque que nunca foi inaugurado porque nunca foi concluído”, disparou.

O local mencionado pela aliada do pré-candidato a prefeito de Jaboatão, Elias Gomes, abrigou por décadas um estádio de futebol sob responsabilidade do poder público municipal. A presidente do PT é dada às críticas; outro dia, também em um comentário na rede social do Blog, chamou de “Fariseus” pessoas que comemoravam ao lado do prefeito o aniversário da cidade em frente à matriz de Santo Amaro, em Jaboatão Centro. Entre os religiosos se encontrava o prestigiado Padre Rogério Silva.

“Vergonha alheia, esse povo usa o nome de Deus em vão. Fariseus, fariseus, fariseus. Jaboatão clama por SOCORRO”, escreveu a esquerdista. Segundo a história, os fariseus eram vistos por Jesus como hipócritas. Eita!

About Redação

Veja também

engenheiro-cicero-gleyton-chama-vereador-marlus-costa-de-individualista-apos-ler-materia-no-blog

Engenheiro Cícero Gleyton chama vereador Marlus Costa de individualista após ler matéria no blog

Cícero Gleyton, engenheiro e gerente de encostas da Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, não poupou …