prefeitura-promove-aulao-preparatorio-para-o-programa-recife-no-mundo

Prefeitura promove aulão preparatório para o Programa Recife no Mundo

Encontro aconteceu neste sábado (23) com a participação de cerca de mil estudantes da rede municipal que se inscreveram para participar do programa de intercâmbio (Foto: Wagner Ramos)

Cerca de mil estudantes da rede municipal de ensino participaram, neste sábado (23), na Concha Acústica da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), do primeiro aulão preparatório para o intercâmbio do Recife no Mundo, programa da Prefeitura do Recife que oferta cursos de língua inglesa articulados com intercâmbio para estudantes e professores da Rede Municipal de Ensino. O aulão foi ministrado pela Träumen Educação Estratégica. A abertura do evento contou com a participação do prefeito João Campos, que ressaltou a importância do Programa. 

“Eu queria dizer que hoje é um dos dias mais felizes como prefeito, porque a gente está tendo a oportunidade de fazer parte da história da educação da nossa cidade. No Brasil tem mais de 5.500 cidades. Em Pernambuco são 184 e nenhuma cidade do Brasil tem um programa de intercâmbio para alunos do ensino fundamental. Vocês podem dizer com orgulho à família, aos amigos de vocês, que Recife é a única do Brasil a mandar seus alunos da escola pública para estudar nos Estados Unidos, Canadá e Inglaterra. Então peço a vocês que se dediquem”, disse o prefeito. 

No aulão deste sábado estiveram todos os estudantes que fazem parte do curso de língua inglesa da primeira edição do Recife no Mundo, matriculados nas 38 escolas que integram o programa. Foi um momento de imersão distribuído em quatro horas de aula dedicado ao conteúdo programático que fará parte da prova de seleção para o intercâmbio, que acontece no dia 05 de abril. Na ocasião, os instrutores fizeram uma aula dinâmica com a utilização prática do idioma em diversas situações corriqueiras no dia a dia de um intercambista. O aulão preparatório faz parte da carga horária de 120 horas, oferecidas para os estudantes do Recife no Mundo. 

“A gente fica muito contente pela oportunidade de reunir todos estes estudantes no aulão preparatório do Recife no Mundo. Eles fazem parte das turmas dos cursos de língua inglesa da primeira edição do programa. O Recife no Mundo, sem dúvidas, é uma grande oportunidade de ampliar a aprendizagem da língua inglesa na nossa rede, mas também vai criar novas perspectivas sociais, culturais e ampliar os horizontes dos nossos estudantes”, pontua o secretário de Educação do Recife, Fred Amancio.

O Recife no Mundo envolve estudantes dos Anos Finais (8º e 9º ano). Países como Canadá, Estados Unidos e Inglaterra são os destinos já confirmados nesta primeira edição do programa. Do total de inscritos, serão selecionados 100 estudantes para a experiência de intercâmbio no formato “summer camp”, que utiliza as férias de julho para aprimorar um idioma.

Para Kauan Rodrigues de Mello, de 14 anos, estudante da Escola Municipal Divino Espírito Santo, o programa é uma oportunidade de realizar seu sonho de chegar à NASA. “Eu quis participar do programa, porque ninguém da minha família se formou ainda, então eu quero fazer faculdade e estudar fora. Eu entrei no programa para melhorar meu inglês na prática e poder falar realmente quando chegar na faculdade. Meu sonho é ser engenheiro mecânico e trabalhar na NASA, construir um foguete”, contou Kauã. 

RECIFE NO MUNDO – Lançado em agosto de 2023, o programa Recife no Mundo oferece para os estudantes e docentes da Rede Pública Municipal de Ensino, de forma gratuita, cursos de língua inglesa e programas de intercâmbio internacional. Com o intuito de aprimorar e fortalecer os aspectos educacionais, sociais e, ainda, desenvolver cada vez mais as habilidades dos estudantes para o século XXI, que incluem criatividade, autonomia, perseverança, pensamento crítico e capacidade de colaboração, características que fazem toda diferença na vida adulta.

O Recife no Mundo tem como eixos estratégicos: proporcionar a complementação e o enriquecimento curricular em línguas estrangeiras modernas; incentivar a capacitação numa língua estrangeira e aquisição de competência comunicativa na mesma; fomentar o desenvolvimento do espírito de cooperação, protagonismo juvenil, além de comunicação, criatividade, colaboração e pensamento crítico que fazem parte das competências do estudante do século XXI; e contribuir para a melhoria do ensino de línguas estrangeiras nas escolas Municipais atuando na formação continuada dos professores.

Emblemático por ter sido lançado no dia 10 de agosto, aniversário de Eduardo Campos, ex-governador de Pernambuco, e responsável por implementar o programa de intercâmbio “Ganhe o Mundo” para estudantes do Ensino Médio da Rede Estadual, o Recife no Mundo tem como referência o referido programa do Estado, que inspirou vários outros, assim como a Rede Municipal do Recife, a pensar em programas de línguas estrangeiras e intercâmbios com o objetivo de proporcionar aos estudantes da rede pública experiências de transformação educacional, cultural e de inclusão social.

About Redação

Veja também

sport-vira-parceiro-da-prefeitura-na-moeda-social-capiba

Sport vira parceiro da Prefeitura na moeda social Capiba

Time bicampeão pernambucano visitou a PCR e repassou camisas e ingressos para serem trocadas pela moeda social digital através …