prefeitura-do-recife-reune-comerciantes-para-orientar-sobre-regras-e-boas-praticas-durante-o-carnaval

Prefeitura do Recife reúne comerciantes para orientar sobre regras e boas práticas durante o Carnaval

Uso do solo, acesso ao Bairro do Recife, manuseio e acondicionamento de produtos, entre outros, foram explicados aos profissionais que comercializarão durante a folia (Foto: Hélia Scheppa)

A Prefeitura do Recife promoveu, nesta terça-feira (6), um encontro para comunicar aos cerca de 500 comerciantes que irão trabalhar no Bairro do Recife durante o período de Carnaval as regras e as boas práticas que dizem respeito ao uso do solo, manipulação e acondicionamento de alimentos, horários de carga e descarga, além do esquema de aquisição de produtos para a revenda. A reunião aconteceu no Teatro do Parque, no bairro da Boa Vista, e contou com representantes da Secretaria de Política Urbana e Licenciamento do Recife (Sepul), Secretaria Executiva de Controle Urbano (Secon), Vigilância Sanitária, Autarquia de Trânsito e Transporte do Recife (CTTU), Neoenergia e Corpo de Bombeiros, além de representantes das empresas de bebidas patrocinadoras da folia.

O secretário de Política Urbana e Licenciamento do Recife, Carlos Muniz, destacou a importância que os trabalhadores tradicionalmente têm durante a festa e a responsabilidade neste que será o maior Carnaval da história do Recife. “Atender bem, respeitando as regras sanitárias, tudo faz com que a experiência do nosso Carnaval para os foliões seja a melhor possível”. A secretária executiva de Controle Urbano, Marta Lima, lembrou que o poder público está sempre aberto ao diálogo para aprimorar a operação, mas que é necessário respeito às regras de ocupação do solo, bem como para a entrada e saída de produtos. “Trata-se de um esquema que vem funcionando e que, devido ao aumento da festa, tanto de estrutura como em um dia a mais, vai exigir ainda mais atenção de todos. É sempre importante lembrar do respeito às marcas dos patrocinadores da festa e sempre reforçar a necessidade de não comercializar em vasilhames de vidro”, ponderou.

Entre as regras colocadas pela Vigilância Sanitária para os comerciantes estão, por exemplo, a proibição da venda de bebidas caseiras ou alimentos de procedência duvidosa – além da comercialização de água em sacos plásticos. Os trabalhadores também foram orientados a sempre olhar – nos produtos de origem animal, como carnes, queijo, ovos e leite – os selos dos serviços de inspeção, seja do Estado ou do governo federal.

Acesso e saída do Bairro do Recife para os comerciantes também foi assunto do encontro. Pela CTTU, o gerente da Área Central, André Luiz, explicou que não haverá estacionamento dentro da ilha durante a folia. “Quem for trabalhar terá das 6h até as 14h para poder entrar e sair com os carregamentos de seus produtos para comércio. Depois disso as Pontes Maurício de Nassau e Buarque de Macedo estarão fechadas”, informou.

A Neoenergia orientou os comerciantes a seguir à risca as regras de segurança para ligações elétricas. “Só serão permitidas ligações por condutores pelo solo ou por extensão. As barracas também precisarão estar equipadas com disjuntor no padrão exigido pela Neoenergia. E as estruturas também deverão ter aterramento”, explicou José Leonardo, gestor da companhia.

Os patrocinadores do Carnaval também explicaram aos comerciantes como funcionarão os centros de distribuição dos produtos, como bebidas alcoólicas, refrigerantes, água e energéticos, além de gelo. Os permissionários serão presenteados com kits contendo cooler, doleira, cardápio e boné – todos personalizados com a marca do patrocinador.



About Redação

Veja também

prefeitura-do-recife-anuncia-expansao-de-escolas-em-tempo-integral

Prefeitura do Recife anuncia expansão de escolas em Tempo Integral

Com a ampliação, Rede Municipal de Ensino do Recife contará com 50% das escolas de …