noronha-promove-1o-forum-de-enfrentamento-ao-abuso-e-a-exploracao-sexual-contra-criancas-e-adolescentes

Noronha promove 1º Fórum de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes

PUBLICIDADE

Nesta quinta-feira (18), Fernando de Noronha realizou o 1º Fórum Municipal de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes no auditório da Escola Arquipélago. O evento integra uma série de ações promovidas em alusão a 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil. Cerca de 100 pessoas participaram do encontro.

O Fórum contou com a participação da administradora do arquipélago, Thallyta Figuerôa, da equipe de Superintendência de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, profissionais do Sistema de Garantia de Direitos, comunidade e alunos do ensino médio.

Para Thallyta, o tema do evento é bastante relevante, sensível e delicado, e, por esta razão, é necessário dar importância a ele. “A gente precisa dar essa visibilidade e trazer a população para trabalhar e pensar em conjunto com a Administração. É preciso discutir quais são as pautas e as ações que vão ser tomadas daqui pra frente, com relação aos casos em Fernando de Noronha. Escolhemos a escola por ser o reflexo do que acontece lá fora. Por esta razão, a escolha da data e do local foi para unir forças e combater as explorações na Ilha de Fernando de Noronha”, destacou a administradora.

Durante o encontro, os participantes contaram com palestras de profissionais com vasta experiência na área, troca de perguntas e informações. Os palestrantes foram Cynthia Raquel Vieira Medeiros, Leônidas Leal da Silva e Macdouglas de Oliveira.

De acordo com a superintendente de Desenvolvimento e Direitos Humanos, Nayara Leite, o evento tem grande relevância para a população noronhense.

“O Fórum é um importante instrumento de diálogo e informação acerca dessa violação de direito que, infelizmente, acomete muitas crianças e adolescentes em todo país. Com isso, esperamos que a gente possa se aproximar da população com um tema tão desafiador e enfrentar estrategicamente esse tipo de violência”, disse Nayara.

Ainda segundo a superintendente, os profissionais escolhidos têm formação na área de Serviço Social e trabalham com o tema há bastante tempo. Nayara acrescenta que, ao longo do ano, vão ter várias ações no mesmo sentido. “Traremos diversos órgãos para dialogar com a população.”

Segundo o palestrante Macdouglas de Oliveira, especialista no tema, o assunto ajuda na rede de proteção de cuidados e acolhimento para os jovens da ilha. “Trazer essa temática para Noronha é, justamente, ampliar essa rede de proteção de cuidados e acolhimento no distrito de Fernando de Noronha. O propósito é falar com todo mundo, desde a comunidade até o profissional que atua na rede para o acolhimento e proteção da criança”, afirmou.

O aluno da escola Arquipélago, João Alisson, participou da ação e falou sobre a relevância para Noronha: “Os alunos precisam estar a par desse tema. Muitas vezes, ele sofre abuso sem saber. Estamos participando desse momento e somos agente aplicador da escola, na qual vamos repassar os ensinamentos para os outros alunos”, disse o estudante.

PUBLICIDADE

Fonte: Prefeitura de Caruaru

About Redação

Veja também

alunos-de-escola-municipal-de-sapucaia,-em-olinda,-visitam-firsts-lego-league

Alunos de Escola Municipal de Sapucaia, em Olinda, visitam Firsts Lego League

Encontro aconteceu no último sábado (15), em João Pessoa Publicado por: Pedro Paulo Catonho, em: …