no-recife,-crew-de-mulheres-grafiteiras-cria-megamural-em-homenagem-a-rapper-bione

No Recife, crew de mulheres grafiteiras cria megamural em homenagem à rapper Bione

PixeGirls celebra dez anos de (re)existência com imenso mural, promovido pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria Executiva de Inovação Urbana, com apoio da Tintas Iquine, que exalta o movimento Hip Hop através do graffiti e do Rap (Foto: Raquel Suspira)

Na histórica Rua da Saudade, uma das mais antigas e emblemáticas do Recife, no bairro da Boa Vista, foi inaugurado o megamural “Ritmo e Poesia”, representando um marco na cultura Hip Hop da cidade. Este é o primeiro megamural realizado por uma crew composta exclusivamente por mulheres grafiteiras, conhecida como PixeGirls, que este ano celebra uma década de (re)existência. A obra presta uma homenagem especial à rapper Bione, ocupando orgulhosamente a fachada do Edifício Garagem Central, na área central.

As artistas Tab e Bubu, responsáveis pela criação da arte, se uniram às técnicas em pintura Iara Souza, Inay Victoria, Lalesca Verti e Tab Brüxä nas alturas, para dar vida ao megamural de 275m². Segundo Tab, a ideia surgiu do desejo de homenagear uma pessoa em vida que representasse o Rap no Recife. “Achamos que Bione seria a pessoa ideal para fazer com que os olhares fossem voltados para esse lugar”, explica. “Estamos celebrando dez anos de crew e toda a nossa trajetória, resistência e luta ao longo dessa década se combina com as letras dela e com o que ela traz em suas músicas”, acrescenta.

Esse projeto recebeu incentivo do primeiro edital público em Pernambuco, promovido pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria Executiva de Inovação Urbana, que está transformando prédios em obras de arte. O tema do edital, “Recife Cidade da Música”, busca celebrar a vocação da cidade para essa linguagem artística e seu ingresso na Rede de Cidades Criativas da UNESCO, na categoria de música. A obra também contou com apoio da Tintas Iquine. Ao todo, foram investidos R$ 75 mil na produção e confecção do megamural.

“Unir o graffiti e a música é uma maneira de destacar a importância dessas duas expressões artísticas na construção da identidade cultural da cidade e do imaginário coletivo recifense, que está presente em cada obra. É trazer também a cultura da periferia para o centro da cidade, democratizando o acesso à arte e à cultura e agregando valor à paisagem urbana”, acrescenta a secretária executiva de Inovação Urbana do Recife, Flaviana Gomes.

EXISTÊNCIA, FORÇA E RESISTÊNCIA – Em suas letras e apresentações, a rapper Bione traz as suas vivências como mulher negra, periférica e LGBTQIAPN , permeadas por lutas diárias pela própria existência, mas também marcadas pela força e resistência. Seu ritmo e poesia marcantes transmitem o desejo de ascender e ocupar espaços que historicamente lhe foram negados. 

A artista Bubu foi responsável pela tipografia urbana presente na obra. “Estou na minha quarta empena e é incrível estar aqui novamente. Representei as músicas de Bione, como ‘Deixa as Garota Brincar’ e ‘Tropa das Loka’, criando tipografias que trazem graffiti de rua para o mundo da arte”, comenta.

Nos últimos anos, a arte se revela como uma ferramenta poderosa para promover a inclusão e a diversidade. Na imagem, Bione é retratada como um extraterrestre, uma representação peculiar característica das obras da artista Tab, que também provoca uma reflexão sobre a inclusão das múltiplas identidades e formas de existência na sociedade. “Tenho estudado a simbiose entre a minha personagem e personalidades que eu enxergo como dissidentes, e dentro, desse contexto, eu entendi que Bione seria esse corpo que conversaria com o que a gente se propôs a comunicar”, afirma Tab.

Inay Victoria, que se apresenta como travesti, grafiteira e integrante da PixeGirls, trouxe sua habilidade em rapel para completar os detalhes finos da obra. “Esta é minha primeira empena e estou muito feliz por contribuir com mais um megamural para a cidade”, compartilha entusiasmada.

PIXEGIRLS – Assim como Bione é atualmente uma das principais vozes do rap no Movimento Hip Hop em Pernambuco, as artistas por trás do megamural também são figuras representativas na cena. A crew PixeGirls vem se destacando pela sua contribuição na arte urbana, especialmente no graffiti, fortalecendo a presença das mulheres neste meio. Recentemente, as integrantes da PixeGirls foram homenageadas durante uma reunião solene na Câmara Municipal do Recife, que celebrou os 50 anos do surgimento do Movimento Hip Hop. “Esse megamural é mais um cartão postal pra cidade e a gente quer que a juventude possa olhar pra ele e se ver no topo”, afirmam elas.

FICHA TÉCNICA

Megamural “Ritmo e Poesia”

Realização: PixeGirls

Homenageada: Bione 

Arte: Tab e Bubu

Equipe Técnica: Iara Souza, Inay Victoria, Lalesca Verti a e Tab Brüxä 

Produção artística: Mila Barros 

Produção cultural: Laís Alves

Assistente de Produção: Inay Victoria 

Assessoria jurídica: Jessica Jansen 

Assessoria financeira: Inay Victoria 

Fotografia e audiovisual: Raquel Suspira 

Social mídia: Cigana 

Projeção: Uenni e Ernesto de Carvalho 

Limpeza e alpinismo: Remy Ferreira

Empresa de Balancim: Carvalho Engenharia

Apoio: Tintas Iquine

Incentivo: Este projeto foi realizado com recursos financeiros do Edital de Credenciamento nº 002/2022, referente à realização de Megamurais, pela Secretaria Executiva de Inovação Urbana da Prefeitura do Recife

About Redação

Veja também

prefeitura-do-recife-lanca-edital-do-primeiro-concurso-publico-do-brasil-para-secretaria-da-mulher

Prefeitura do Recife lança edital do primeiro concurso público do Brasil para Secretaria da Mulher

Certame será em três etapas. Resultado final deve ser divulgado no dia 5 de novembro. …