missao-holandesa-visita-nesta-quarta-(15)-bacia-do-rio-tejipio

Missão holandesa visita nesta quarta (15) bacia do Rio Tejipió

Prefeitura do Recife faz agenda junto com especialistas holandeses e professores universitários no segundo dia do Hackathon Recife. A visita será em vários pontos críticos do rio, entre eles os bairros Imbiribeira, Areias, Jardim São Paulo, Barro e Curado (Foto: Brenda Alcântara)

No segundo dia do “Hackathon Recife – Modelando uma cidade resiliente”, a Prefeitura irá acompanhar os participantes do evento durante visita de campo em áreas consideradas pontos críticos da bacia do rio Tejipió. Entre eles, o cruzamento das avenidas Recife e Dom Helder, em Areias. O encontro será nesta quarta-feira (15), às 9h, e seguirá roteiro por diversos bairros da cidade, como Imbiribeira, Areias, Jardim São Paulo, Barro e Curado. O objetivo do hackathon, que teve início hoje e segue até a próxima sexta (17), e é organizado por meio do programa ProMorar, é reunir especialistas para aprofundar os estudos das soluções contra alagamentos na cidade e preparar o Recife para o período de chuvas, protegendo as pessoas dos impactos de eventos climáticos extremos.

No primeiro dia, foram discutidas a bacia do Rio Tejipió, as áreas vulneráveis, problemas como inundação e impactos das mudanças climáticas. Amanhã (15), além da parada no cruzamento das avenidas Recife e Dom Helder, no roteiro da visita de campo estão as comunidades de Sapo Nú, Jardim Uchoa, Vila Aliança e Dancing Days e as pontes Ananias Catanho e Motocolombó. Já nos dois últimos dias o foco será na discussão das soluções planejadas e modelos que podem apoiar os futuros projetos, que serão garantidos por meio do ProMorar. Esse programa da Prefeitura tem aporte financeiro total de R$ 2 bilhões através do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e beneficiará 40 Comunidades de Interesse Social da cidade.

BACIA DO TEJIPIÓ – De acordo com os estudos de drenagem urbana no Recife feito para o ProMorar, o Rio Tejipió está como uma das principais bacias da cidade e a mais crítica em termos de vulnerabilidade aos eventos climáticos, em comparação ao Capibaribe e Beberibe. Anualmente, o rio transborda da sua calha, inundando áreas mais baixas da bacia, como avenidas importantes (Recife, Mascarenhas de Morais e José Rufino) e diversos bairros (IPSEP, Imbiribeira, Coqueiral, Jardim São Paulo e Tejipió).  São vários os pontos críticos de inundação e alagamento por influência do rio e também das marés sobre da rede de drenagem.

A bacia do Tejipió tem suas nascentes no município de São Lourenço da Mata. A área total da bacia possui 93,2 km², com 67,79 km² no Recife, percorrendo aproximadamente 20 km de extensão. O processo de ocupação e as cotas baixas das margens dos cursos d´água são apontadas dentre as causas dos transbordamentos que acontecem anualmente no Recife.

VISITA DE CAMPO – Quarta-feira (15)

Manhã – 9h – Avenidas Recife e Dom Helder (PONTO DE ENCONTRO)

AGENDA HACKATHON RECIFE

Data: 14 a 17 de novembro

Local: Casa Zero

Horário: 9h às 17h

About Redação

Veja também

prefeitura-do-recife-lanca-edital-do-primeiro-concurso-publico-do-brasil-para-secretaria-da-mulher

Prefeitura do Recife lança edital do primeiro concurso público do Brasil para Secretaria da Mulher

Certame será em três etapas. Resultado final deve ser divulgado no dia 5 de novembro. …