“Jefferson Timóteo é uma aberração cromossômica de Keko do Armazém” Paulo Farias, líder da oposição no Cabo de Santo Agostinho

Por Luiz Gonzaga Jr – Hoje Pernambuco

No Cabo, a Vida imita a arte e a Criatura voltar-se-á contra seu criador

Frankenstein é uma obra de Mary Shelley, escrita quando ela tinha apenas 19 anos, entre 1816 e 1817. Nela, a criatura, montada com partes de cadáveres por um cientista, ganha vida e se vira contra o criador.

Como se diz que a vida imita a arte, a política não é exceção.

No Cabo de Santo Agostinho, o Prefeito Keko do Armazém(PP) loteou o Governo, nomeando aliados de outros Municípios e comprometeu as finanças, quebrando a quinta economia do Estado para eleger o seu Deputado Estadual, Jeferson Timóteo(PP), uma espécie de Frankstein da Política Cabense.

Jefferson Timóteo foi eleito, tendo a maior votação numericamente, da história do Cabo, porém proporcionalmente, perde para as votações dos irmãos, Lula e Everaldo Cabral, nas eleições de 1998 e 2006, respectivamente. Jeferson Timóteo é a criatura criada por Keko do Armazém, montada com cacos, restos políticos.

Quase dois anos depois, eis que a criatura começa a conspirar contra seu criador, orientado pela Direção Estadual do seu próprio partido, o Progressistas-PP, que o nomeou, açodadamente, como coordenador da campanha do seu criador, para apunhalá-lo, pelas costas.

Timotéo, já em campanha antecipada, tomou para si, das mãos do seu criador, que está desmoralizado, o comando da política do Grupo, chamando lideranças, posando para fotografias e, dizendo ao pé do ouvido de seus interlocutores, tudo que o seu criador não pode ouvir e nem deseja.

Nos bastidores e entre os próprios secretários e aliados, vereadores da base, todos já sabem o que só Keko do Armazém não sabe(será?): A criatura será o candidato, no lugar do seu criador.

A Keko do Armazém só resta acordar, do sono profundo e procurar outro abrigo partidário, se quiser ser o candidato à sua sucessão, pois do contrário, inviável como está, com uma rejeição de 75%, o PP negará a ele a legenda para dar lugar à criatura, que tem a sua própria cara e substância. Ocorre, que o povo do Cabo não aguenta mais, porque Keko é Jeferson e Jeferson é Keko. Assim como os humanos são a semelhança de Deus, Jeferson foi feito como semelhança de Keko, só com algumas deficiências. Na verdade, Jeferson foi fruto de aberração cromossômica de Keko do Armazém. É isso aí.

Paulo Farias do Monte é advogado e suplente de Vereador do Cabo de Santo Agostinho pelo PSB.

Em tempo – É a primeira vez que eu vejo o líder da oposição não estar vinculado a uma Câmara de Vereadores. Sem mandato o Advogado Paulo Farias já trouxe uma economia aos cofres públicos de mais de R$50 milhões de reais com suas denúncias documentadas. Durma com uma bronca dessas !



About Redação

Veja também

Henrique Metalúrgico Recebe Pré-Candidato Elias Gomes em Encontro Político no Jaboatão

Por Luiz Gonzaga Jr – Hoje Pernambuco O pré-candidato a prefeito do Jaboatão, Elias Gomes, …