Em Brasília, Lula recebe Mano Medeiros e disponibiliza verba para Indenizar Moradores de Prédios-Caixão Interditados pela Defesa Civil

Por Luiz Gonzaga Jr – Hoje Pernambuco

Brasília – Em uma significativa solenidade no Palácio do Planalto, realizada na manhã desta terça-feira, o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Mano Medeiros, participou do ato de assinatura do Acordo Base que visa resolver definitivamente a situação dos prédios-caixão na Região Metropolitana do Recife (RMR). Este acordo marca um passo histórico na colaboração entre diferentes níveis de governo para enfrentar problemas crônicos de infraestrutura e habitação.

O acordo prevê o desembolso de cerca de R$ 1,7 bilhão pelo Governo Federal, através da Caixa Econômica Federal, beneficiando aproximadamente 14 mil famílias residentes em Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Recife, Paulista e Camaragibe. A ação contempla a demolição de 431 prédios que apresentam alto risco de desabamento nesses municípios, oferecendo uma solução definitiva para uma questão que afeta milhares de moradores.

Durante a solenidade, Mano Medeiros destacou a importância da cooperação entre os entes federativos.

“Estamos aqui para discutir e defender uma política que tanto o senhor, presidente Lula, quanto a governadora Raquel Lyra apoiam: a união entre os diferentes entes federativos. Essa união nos permite construir soluções efetivas para os problemas dos municípios, do Estado e do Brasil. Os prefeitos que estão aqui presentes reconhecem a importância dessa junção entre o Governo Estadual e o Governo Federal, apresentando propostas que têm como objetivo resolver problemas que perduram há décadas. Este é um momento de agradecimento, e quem realmente ganha com isso é a população”, declarou Mano.

O acordo inclui indenizações de até R$ 120 mil para cada família afetada pelos chamados “prédios-caixão” na Grande Recife. As demolições serão executadas em duas fases: a primeira fase contempla a demolição de 133 edificações com risco iminente de desabamento, com um investimento inicial de R$ 500 milhões.

Na segunda fase, 298 imóveis serão demolidos, com um custo estimado em R$ 1,2 bilhão. Além das indenizações, as famílias afetadas receberão auxílio-moradia e serão incluídas nos programas habitacionais do Governo Federal. Os terrenos dos imóveis demolidos serão destinados a políticas públicas e sociais, promovendo um uso mais seguro e benéfico para a comunidade.

A solenidade contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva; da governadora de Pernambuco, Raquel Lyra; do prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Mano Medeiros; e dos prefeitos do Recife, Olinda, Camaragibe e Paulista. Representando o Governo Federal, estiveram presentes os ministros Fernando Haddad (Fazenda), Alexandre Padilha (Relações Institucionais), Jader Filho (Cidades), Jorge Messias (Advocacia-Geral da União), Carlos Vieira, presidente da Caixa Econômica Federal, e Mozart Sales, assessor especial (Relações Institucionais).

Este acordo representa um marco na gestão pública brasileira, demonstrando como a colaboração entre diferentes níveis de governo pode gerar soluções eficazes para problemas complexos e de longa data. A população de Jaboatão dos Guararapes e das outras cidades afetadas poderá finalmente vislumbrar um futuro mais seguro e digno, graças a essa iniciativa conjunta.

About Redação

Veja também

castramovel-leva-servicos-veterinarios-ao-bairro-de-jardim-fragoso

Castramóvel leva serviços veterinários ao bairro de Jardim Fragoso

O atendimento é realizado por ordem de chegada, sendo disponibilizadas 20 fichas  Publicado por: Alexandre …