djokovic-atropela-wawrinka-e-avanca-as-quartas-de-final-de-roma

Djokovic atropela Wawrinka e avança às quartas de final de Roma

Novak Djokovic, número 1 do mundo, não teve piedade do suíço Stan Wawrinka, ex-número 3 que tenta retornar ao circuito após um ano e meio de lesões, derrotando-o por 6-2 e 6-2 para chegar às quartas de final do Masters 1000 de Roma

Nos dois sets, Djokovic quebrou o saque do suíço de 37 anos desde o início e ficou em vantagem, embora no segundo set tenha tido mais dificuldade, já que Wawrinka jogou melhor, obrigando o sérvio a executar vários lances de grande categoria. 

Desta forma, Djokovic pode manter sua preparação para Roland Garros (22 de maio a 5 de junho), onde defenderá o título obtido no ano passado. 

Depois de um início de temporada difícil, em que não pôde jogar na Austrália e nos Estados Unidos por não estar vacinado contra a covid-19, Djokovic tem feito uma campanha irregular no saibro, com eliminação antecipada em Monte Carlo, semifinal em Madri e a final em Belgrado

Na sexta-feira ele enfrentará o canadense Félix Auger-Aliassime (9º), que derrotou o americano Marcos Giron, carrasco na quarta-feira do argentino Diego Schwartzman. Em caso de derrota, Djokovic cederá o número 1 do mundo para Daniil Medvedev, apesar do russo estar ausente em Roma.

Outros favoritos como o alemão Alexander Zverev, número 3 do mundo, e o grego Stefanos Tsitsipas (5º), também avançaram para as quartas de final. 

Zverev, de 25 anos, conquistou sua 100ª vitória no Masters 1000 em Roma, derrotando o australiano Alex de Miñaur por 6-3 e 7-6 (7/5) nas oitavas de final e enfrentará nas quartas de final o chileno Christian Garín (45º), que alcançou uma grande vitória sobre o veterano croata Marin Cilic (23º) com parciais de 6-3, 4-6 e 6-4. 

Zverev conquistou o primeiro grande título de sua carreira em Roma em 2017, derrotando Novak Djokovic na final. No ano seguinte, perdeu a final para Rafael Nadal, para quem voltaria a perder nas quartas de final no ano passado. 

Por sua vez, Tsitsipas perdeu o primeiro set por 4-6 para o russo Karen Khachanov (24º), mas voou os dois sets seguintes por 6-0 e 6-3, garantindo assim a passagem para as quartas de final, onde enfrentará Jannik Sinner (13º).

No feminino, a polonesa Iga Swiatek, número 1 do mundo, derrotou a bielorrussa Victoria Azarenka (16ª) por 6-4 e 6-1, e avança para as quartas de final. 

Com esta vitória, depois de um primeiro set muito difícil para a polonesa, Swiatek amplia sua série de vitórias para 25 e busca seu quinto título consecutivo, poucas semanas antes do início de Roland Garros.

Veja também

Fonte: Folha PE

About

Veja também

dal-pozzo-reconhece-necessidade-de-melhorar-desempenho-ofensivo

Dal Pozzo reconhece necessidade de melhorar desempenho ofensivo

Defesa consolidada, ataque irregular. Clube que menos sofreu gols na Série B do Campeonato Brasileiro, …

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: