cttu-promove-capacitacao-de-agentes-de-transito-para-coleta-de-dados-de-sinistros

CTTU promove capacitação de agentes de trânsito para coleta de dados de sinistros

Para  seguir garantindo uma análise de dados estatísticos confiáveis sobre sinistros de trânsito no Recife, a Prefeitura da Cidade, por meio da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), em parceria com a Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global (BIGRS), realizou, nesta quarta-feira (8), o Papo Seguro. O evento é uma formação com agentes de trânsito e, nesta ocasião, teve o objetivo de aperfeiçoar a coleta de dados realizada por esses profissionais durante ocorrências de sinistros nas ruas. Realizado na sede da CTTU, em Santo Amaro, o evento capacitou 100 profissionais que lidam diretamente com a coleta de dados durante os sinistros de trânsito com vítimas.

Atualmente, os agentes utilizam um aplicativo “Com-V” para registros de ocorrências com vítimas. Os dados são coletados e tratados pelas equipes da CTTU de maneira mais rápida do que anteriormente, quando se utilizava um formulário em papel. “A coleta de dados é a primeira análise do sinistro e todo o efetivo precisa estar alinhado. Então esses encontros garantem que a informação chegue com mais qualidade às nossas equipes para que as ações sejam mais direcionadas. Fazemos mapas de sinistros georreferenciados para intensificar fiscalização, relatórios, análises das ocorrências antes e depois de intervenções, traçamos o perfil das principais vítimas e tudo isso só é possível graças ao trabalho de coleta dos agentes de trânsito que estão nas ruas”, destaca o gerente geral de operação e fiscalização, Nilton Prazeres.

Anualmente é publicado o Relatório de Segurança Viária do Recife, com informações detalhadas sobre as tendências dos sinistros de trânsito na cidade. As informações de 2023 serão publicadas no final do ano, mas, em dado preliminar, as estatísticas apontam que a principal vítima fatal do Recife, agora, é o motociclista, representando 45% dos mortos. Até 2022, a principal vítima fatal era o pedestre. Dessa maneira, os principais esforços das ações do Maio  Amarelo, tanto na comunicação e educação, quanto na fiscalização, estão voltados para conscientização dos motociclistas, especialmente no que diz respeito ao excesso de velocidade. Em parceria com a Universidade Johns Hopkins (EUA), foi realizada uma campanha observacional que identificou que um terço dos motociclistas excedem a velocidade, um fator de risco que aumenta exponencialmente a possibilidade de causar morte e lesões graves nos sinistros.

GESTÃO DE DADOS – O eixo de gestão de dados da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) é essencial para as políticas públicas de segurança viária no Recife, isso porque as atividades de fiscalização, de educação para o trânsito e de engenharia viária são pautadas nos perfis dos sinistros de trânsito. Dessa forma, as equipes trabalham estatisticamente dados de órgãos como o Samu, Secretaria de Defesa Social e Secretaria Estadual de Saúde, além das coletas da própria CTTU. Esses dados auxiliam os gestores a realizar ações mais efetivas no sentido de evitar mortes e lesões no trânsito.

About Redação

Veja também

prefeitura-do-recife-avanca-com-obra-de-contencao-de-encosta-na-cohab

Prefeitura do Recife avança com obra de contenção de encosta na Cohab

A Prefeitura do Recife está realizando mais uma obra de contenção de encosta no bairro …