celebracao-do-dia-nacional-do-sistema-braille-promove-inclusao-e-acessibilidade-no-recife

Celebração do Dia Nacional do Sistema Braille promove inclusão e acessibilidade no Recife

Oficina, exposição e serviços marcam evento em homenagem à importante ferramenta para pessoas com deficiência visual. (Foto: Divulgação)

Na próxima segunda ( 08 de abril), o hall da Prefeitura do Recife será palco de uma iniciativa especial em comemoração ao Dia Nacional do Sistema Braille. Promovida pela Secretaria Executiva de Direitos Humanos, por meio da Gerência da Pessoa com Deficiência (GPCD), em parceria com a Central de Acessibilidade Comunicacional do Recife (CAC),  a ação visa destacar a importância do Sistema Braille na inclusão social das pessoas com deficiência visual.

A celebração do Dia Nacional do Sistema Braille, instituído pela Lei Federal n° 12.266 de 21 de junho de 2012, tem como objetivo principal divulgar e valorizar essa ferramenta crucial para a autonomia e a igualdade de oportunidades das pessoas com deficiência visual. Para isso, diversas atividades estão programadas para ocorrer das 9h às 12h no local.

Uma das principais atrações será a Oficina do Sistema Braille, conduzida pelos profissionais brailistas da CAC. Nessa atividade, os participantes terão a oportunidade de aprender sobre o funcionamento e a importância do sistema de leitura tátil, contribuindo assim para uma maior sensibilização e conscientização sobre a realidade das pessoas com deficiência visual.

Além da oficina, haverá uma exposição de materiais impressos em Braille e de equipamentos tiflopedagógicos, proporcionando aos visitantes uma experiência imersiva no universo da acessibilidade. Também será oferecido o serviço de massoterapia, realizado por profissionais com deficiência visual da Associação Pernambucana de Cegos (Apec), proporcionando momentos de relaxamento e bem-estar aos presentes.

“O  Sistema Braille chegou no Recife, através do Instituto dos Cegos, por volta de 1909, quando foi aqui criado o Instituto dos Cegos do Recife. No Brasil o Braille chegou por volta de 1854, através de José Álvares Dias de Azevedo, uma pessoa cega,  que trouxe o sistema  da França. Hoje,  as pessoas cegas aprendem o sistema Braille de forma gratuita, fácil e conseguem ter acesso aos conteúdos através da  escrita e  da leitura com acessibilidade”, ressalta Paulo Fernando, gerente da Pessoa com Deficiência.

A realização dessa iniciativa no Recife reforça o compromisso da cidade com a inclusão e a acessibilidade, em conformidade com leis municipais e federais que garantem os direitos das pessoas com deficiência. É uma oportunidade não apenas de celebrar o legado de Louis Braille e de outros pioneiros, mas também de refletir sobre os desafios e as conquistas na construção de uma sociedade mais inclusiva e igualitária para todos.

About Redação

Veja também

prefeitura-do-recife-avanca-com-obra-de-contencao-de-encosta-na-cohab

Prefeitura do Recife avança com obra de contenção de encosta na Cohab

A Prefeitura do Recife está realizando mais uma obra de contenção de encosta no bairro …