beber-todos-os-dias-pode;-o-que-nao-pode-e-beber-durante-todo-o-dia

Beber todos os dias pode; o que não pode é beber durante todo o dia

Beber todos os dias pode fazer bem à saúde. Beber durante o dia todo não faz bem a ninguém. Beber todos os dias, da manhã à noite, não há saúde, família ou sociedade que aguente. Ingerir diariamente uma taça de vinho, um cálice de aguardente, uma dose de uísque ou, quem sabe, um copo de cerveja, não é censurável, desde que o bebedor o faça com moderação, não se torne escravo do hábito e não tenha sensibilidade mórbida ou doentia que o conduza à embriaguez com tanta facilidade, o que seria deselegante e inconveniente.

Dizem os entendidos em saúde e em regras de boa convivência que essa moderação leva à longevidade. Conheci vários anciãos, octogenários, nonagenários e até um centenário, este último visto em uma reportagem televisiva da TV Globo, que jogava dominó todos os dias enquanto saboreava uma cerveja (não mais do que isso) e tinha 16 filhos, incluindo crianças e adolescentes. Aliás, filhos nascidos quando se está em idade avançada são como tempestades rejuvenescedoras na existência prolongada.

Escrevo este artigo na quinta-feira da Semana Santa de 2024 e recebi ontem de um amigo religioso e professor de direito, Maxwell, que é mais jovem e sábio do que eu, a generosa oferta de um bom vinho e de um pão ázimo para lembrar no jantar de hoje que foi numa quinta-feira que Jesus ceou com seus discípulos, oferecendo-lhes pão e vinho para que comessem e bebessem simbolicamente, como se estivessem recebendo a nutrição espiritual do mestre para toda a vida. Porém, não para comerem e beberem a noite toda, pois tinham moderação.

Jesus, aplacai o humor beligerante da humanidade. Dai-nos paz, amor, justiça e solidariedade. Que não nos falte o pão de cada dia, nem trabalho, nem honestidade. Que não cedamos à inveja, à volúpia do enriquecimento ilícito e que apenas tenhamos bons sonhos de prosperidade. Guardai-nos, Senhor, em tua graça.

Feliz Páscoa a todos.

Observação: Agradeço aos três operários da construção civil que gentilmente me ofereceram o tema para esta crônica.

José de Siqueira Silva é Coronel da reserva da PMPE

Mestre em Direito pela UFPE e Professor de Direito Penal

Contato: jsiqueirajr@yahoo.com.br

Instagram: @j_siqueiras

Facebook: www.facebook.com

28/03/2024 às 20:04

About Redação

Veja também

festa-da-pitomba-movimenta-economia-de-jaboatao-com-r$-8,6-milhoes

Festa da Pitomba movimenta economia de Jaboatão com R$ 8,6 Milhões

Foto: Chico Bezerra/PJG E tome dinheiro! Cerca de R$ 8,6 milhões foram movimentados na economia …