bairro-do-ipsep-recebe-a-9a-praca-da-infancia-do-recife

Bairro do Ipsep recebe a 9ª Praça da Infância do Recife

Novo espaço de lazer destinado às crianças foi construído na Praça Jardim América (Foto: Edson Holanda)

Nesta quinta-feira (4), a Prefeitura do Recife entregou a nona Praça da Infância da cidade, situada na Rua Itacambira, bairro do Ipsep, Zona Sul do município. O equipamento, que foi construído onde fica a Praça Jardim América, recebeu um investimento de R$ 1.200.000,00, incluindo infraestrutura, brinquedos e demais componentes. As obras foram executadas pela Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb).

“Quando lançamos o programa Praça da Infância juntamos muita gente que entendia de primeira infância. Fomos escutar as crianças, escutar os especialistas, para fechar um modelo de praça que fosse adequado, sobretudo, para as crianças. Que tivesse areia para brincarem, uma grama pra correr, que tivesse brinquedo, tudo para que as crianças não ficassem o tempo inteiro querendo olhar para uma tela de celular ou pra ficar o tempo inteiro dentro de casa, mas para que tivessem um espaço de qualidade para brincarem na cidade. Essa é a nona Praça da Infância e, amanhã, estamos inaugurando a décima do Recife e tem mais de cem que estão sendo requalificadas, nesse mesmo padrão. As dez praças estão espalhadas pela cidade e isso mostra o nosso compromisso com o Recife”, disse o prefeito do Recife, João Campos, que participou do evento de inauguração da praça.

A secretária executiva da Primeira Infância do Recife, Luciana Lima, falou sobre a importância do novo equipamento. “A inauguração de novas praças na cidade mostra o quanto estamos descentralizando e trazendo o espaço do brincar e da interação com a natureza para todo o canto da cidade, seja na periferia ou nos bairros mais nobres. Uma cidade que é boa para a criança é uma boa cidade para todos. Tem uma frase muito forte que diz ‘a infância é o chão que a gente pisa a vida inteira’. Então, no Recife, a gente tá cuidando desse chão, deixando ele fértil, pensando no adulto do futuro”, afirmou Luciana Lima.

O projeto conta com uma intervenção arquitetônica e paisagística na Praça Jardim América, potencializando a área, que além de ser utilizada por crianças da comunidade do entorno – público alvo do projeto da primeira infância – também tem o potencial de ser apropriada pelos demais moradores da região. Inicialmente, foi realizado um levantamento técnico para o reconhecimento da área a ser trabalhada e identificação de sua situação. Através desse levantamento verificou-se a necessidade de trabalhar os acessos existentes com enfoque na melhora das condições de fruição no local em razão da existência de desníveis.

O instrutor de capoeira, Maurício Antônio Bandeira, 42 anos, morador do Ipsep, levou seu filho, de 8 anos, para conferir o novo espaço. “Há oito anos, quando eu vim morar no bairro, aqui tinha uma pracinha. Ela era bem jogada, um local com baixa iluminação, bem abandonada. Eu mesmo só trazia meu filho pra brincar durante o dia porque achava perigoso. Agora, ficou muito boa mesmo. Brinquedos novos, revitalizaram o piso, a quadra, que estava rasgada, cheia de furo nas redes, agora está com drenagem, com grama. Um espaço bem massa. Agora, que temos essa estrutura, eu também estou com um projeto de dar aulas de capoeira para crianças moradoras da comunidade, aqui na praça”, comentou Maurício.

A Praça da Infância tem como princípio a simplicidade, buscando estimular a imaginação e a diversidade de interação. O projeto fez uso de materiais naturais, considerando sua alta durabilidade e fácil manutenção. Dessa forma, temos como resultado um projeto onde os elementos que compõem a estrutura paisagística e urbana (a vegetação, o mobiliário urbano, a iluminação, entre outros) foram considerados conjuntamente, buscando atender às necessidades da população local. No caso da Praça Jardim América, foi inserido um círculo complementar com o Morrote de Escalada Duplo, que trabalha a força e a coordenação motora em crianças.

METODOLOGIA – As Praças da Infância estão sendo criadas a partir de uma metodologia que está sendo replicada em toda a cidade, com soluções específicas e em sintonia com o seu entorno. Esse método garante que toda criança recifense tenha acesso às mesmas qualidades proporcionadas por estes espaços. O projeto é elaborado a partir do “Guia de princípios para remodelação das praças para infância”, organizado pela Prefeitura do Recife, visando a requalificação paisagística que assegure a motivação de ações voltadas à inclusão, segurança, liberdade, orgulho e visibilidade das crianças. Além do equipamento do Ipsep, também já foram inauguradas as Praças da Infância de Dois Unidos, da Encruzilhada, Compaz Miguel Arraes, San Martin, Ibura, Entra Apulso, Tejipió e Madalena.

About Redação

Veja também

prefeitura-do-recife-lanca-edital-do-primeiro-concurso-publico-do-brasil-para-secretaria-da-mulher

Prefeitura do Recife lança edital do primeiro concurso público do Brasil para Secretaria da Mulher

Certame será em três etapas. Resultado final deve ser divulgado no dia 5 de novembro. …