Setembro Azul: mês da visibilidade surda conta com programação no Parque Euclides Dourado

setembro-azul:-mes-da-visibilidade-surda-conta-com-programacao-no-parque-euclides-dourado



Na próxima segunda-feira (27) a Central de Interpretação de Libras (CIL) de Garanhuns, através da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), em parceria com o Movimento Surdo Agreste, realiza o Encontro Setembro Azul – mês da visibilidade surda. Com o tema: “Nossa cultura, lutas e conquistas”, o momento acontecerá no Parque Euclides Dourado, a partir das 8h da manhã.

Com o objetivo de proporcionar visibilidade à comunidade surda, além de conscientizar sobre a importância da acessibilidade e comemorar as lutas e conquistas da pessoa surda, o Setembro Azul é mais um data de conscientização mundial. De acordo com a tradutora intérprete da CIL, Andressa Silvestre, o mês de setembro conta com datas significativas e remete ao Congresso de Milão de 1880, quando as Línguas de Sinais foram proibidas na educação dos surdos. “Neste mês também temos três datas importantes: dia 23 foi o Dia Internacional das Línguas de Sinais, dia 26 é o Dia do Surdo e dia 30/09 é o Dia do Tradutor Intérprete de Língua de Sinais. Um mês de extrema importância para as pessoas surdas”, reforça.

O encontro do dia 27 vai contar com abertura solene com a palavra de Andressa Silvestre; a participação do Movimento Surdo Agreste com Diega Alves e Leidson Rocha; o presidente da Associação de Surdos do Agreste (Asampe), Edilson Matias, além de diversas apresentações culturais e homenagem aos surdos e tradutores intérpretes de Libras/Português.

Arte: Lucas Monteiro