Prefeitura do Recife inicia vacinação de adolescentes contra a covid-19 nas escolas da rede estadual

prefeitura-do-recife-inicia-vacinacao-de-adolescentes-contra-a-covid-19-nas-escolas-da-rede-estadual

Neste primeiro momento, serão contemplados os estudantes a partir de 12 anos da rede estadual de ensino.

A Prefeitura do Recife, em parceria com o Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Educação e Esportes, começa nesta quinta-feira (4) uma ação para vacinar contra a covid-19, inicialmente, os estudantes da rede estadual de ensino. Diariamente, os profissionais da Secretaria de Saúde da cidade vão aplicar a vacina da Pfizer, único imunizante permitido pela Anvisa para jovens a partir de 12 anos, em diversos colégios da capital, sem necessidade de agendamento. A ação vai acontecer durante todo o mês de novembro e a previsão é vacinar todos os estudantes deste grupo.

No primeiro dia, a ação vai acontecer na Escola Técnica Estadual (ETE) Dom Bosco, no bairro de Casa Amarela, na Zona Norte da Capital, e na Escola Brigadeiro Eduardo Gomes, em Boa Viagem, na Zona Sul. A expectativa é vacinar quase mil estudantes neste primeiro momento. Nas próximas semanas, a vacinação acontecerá em outras instituições de ensino, incluindo escolas da rede municipal.

“A escolha de levar a vacinação até as escolas é acertada porque este é o local onde encontraremos o público-alvo da ação, facilitando tanto para os estudantes quanto para os pais, que muitas vezes não têm disponibilidade para levar o adolescente até um centro de vacinação. O Recife já vacinou mais de 70% dos adolescentes entre 12 e 17 anos, mas precisamos avançar na vacinação desse público, para termos mais segurança no processo de retomada das aulas presenciais”, pontua a secretária de Saúde do Recife, Luciana Albuquerque. 

“É de extrema importância que a gente una as forças neste momento para dar continuidade à imunização em Pernambuco. Essa parceria traz um benefício não só para esses estudantes e suas famílias, mas para toda a nossa população. É importante vacinar nossos jovens para que possamos retornar à normalidade, com aulas presenciais”, afirmou o secretário de Educação e Esportes, Marcelo Barros. A estimativa é de que 30% dos estudantes da rede estadual na faixa etária de 12 a 17 anos ainda não se vacinaram contra a Covid-19.

Para receber a vacina, o estudante precisa apresentar documento de identificação e um termo de consentimento, que já foi previamente distribuído nas instituições de ensino, assinado pelo responsável legal, autorizando a imunização.