Prefeitura do Recife vacina cães e gatos contra raiva em 30 pontos da cidade neste fim de semana

prefeitura-do-recife-vacina-caes-e-gatos-contra-raiva-em-30-pontos-da-cidade-neste-fim-de-semana

A expectativa da Secretaria de Saúde (Sesau) do município é imunizar cerca de 16 mil animais nos dois dias. (Foto: Daniel Tavares/PCR)

O trabalho acontece no sábado (30) e no domingo (31), das 8h às 13h.

A Prefeitura do Recife realiza, neste fim de semana, ações em 30 pontos da capital para vacinar cães e gatos contra raiva. Os locais de vacinação antirrábica estarão espalhados pelos oitos Distritos Sanitários da cidade neste sábado (30) e domingo (31), das 8h às 13h. A lista completa está disponível no site da Prefeitura do Recife. A expectativa da Secretaria de Saúde (Sesau) do município é imunizar cerca de 16 mil animais nos dois dias.

Durante o trabalho, mais de 100 profissionais da Vigilância Ambiental do Recife estarão envolvidos. Desde o dia 9 de outubro, a Sesau vem intensificando a vacinação antirrábica com pontos volantes nos fins de semana para que os tutores possam imunizar os animais em horários alternativos e locais descentralizados. Para imunizar o pet, os tutores devem levar a carteira de vacinação do animal. Quem não possui o documento receberá carteirinha no ato da vacinação, com o registro da aplicação e o lote da vacina utilizada na imunização. 

Para aqueles que não conseguirem levar os animais para se vacinar neste fim de semana, a Sesau disponibiliza a vacina antirrábica de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, no Centro de Vigilância Ambiental (CVA), em Peixinhos; no Hospital Veterinário do Recife, no Cordeiro; e nas sedes dos oito Distritos Sanitários, cuja lista com os endereço está disponível neste link. Moradores de outros municípios devem procurar as Secretarias de Saúde de suas cidades.

RAIVA – A raiva é uma zoonose (doença que pode ser transmitida de animais para seres humanos) grave, que afeta o sistema nervoso central e mata em quase 100% dos casos, tanto as pessoas quanto os animais. A doença viral e infecciosa pode ser transmitida pela penetração do vírus contido na saliva do animal infectado, principalmente pela mordida, lambida ou arranhão. Os cachorros com raiva costumam ficar agressivos ou tristonhos, com salivação excessiva, dificuldade para engolir, latido rouco e paralisia das patas traseiras.

A vacinação antirrábica é garantida pelo SUS porque o objetivo é atingir o ciclo humano. Os animais precisam se imunizar todo ano para garantir a proteção deles e, consequentemente, da população humana.