mppe-solicita-investigacao-de-violencia-em-jogo-sub-17-do-sport-na-ilha-do-retiro

MPPE solicita investigação de violência em jogo sub-17 do Sport na Ilha do Retiro

Em comunicado divulgado nesta sexta-feira (13), o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) pediu a investigação do episódio de violência na Ilha do Retiro na última terça-feira (10), durante partida sub-17 entre Sport e Corinthians, quando membros de organizada com as cores do Sport assaltaram torcedores do Timão.

A entidade solicitou a identificação dos envolvidos nos atos de violência, ocorrido no setor de visitantes, onde se localizava a torcida alvinegra, e acionou a Polícia Civil para recolher os depoimentos dos dirigentes do Sport, da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), e dos “demais órgãos envolvidos”.

Através das redes sociais, o presidente do Sport, Yuri Romão, repudiou o acontecido e pediu desculpas ao Corinthians e sua torcida. O Leão garantiu que colaboraria com as investigações.

Confira na íntegra nota do MPPE:

13/05/2022 – Sobre os fatos ocorridos no estádio Adelmar da Costa Carvalho, Ilha do Retiro, no dia 10 de maio, à tarde, quando da realização da partida de futebol, válida pelas oitavas de final da Copa do Brasil Sub-17, entre Sport Clube do Recife e Corinthians, onde ocorreram situações de agressões, tumultos, lesões em torcedores presentes, inclusive roubos a torcedores.

Os acontecimentos se afiguram os crimes do art.129 do Código Penal Brasileiro (lesões corporais), art.157 do CPB (roubo), art.21 da Lei das Contravenções Penais (vias de fato), e, ainda, do art.41-B, parágrafo primeiro, do Estatuto de Defesa do Torcedor (Lei nº 10.671/2003).

Diante do exposto, a Promotoria de Justiça Especializada no Torcedor enviou o ofício nº09/2022 requerendo as diligências investigatórias imprescindíveis para a identificação, qualificação e termos de depoimentos dos torcedores infratores que promoveram a prática de violência e tumultos; bem como requisitar os vídeos que registraram os tumultos e violências ocorridos na Ilha do Retiro, junto ao Sport Clube do Recife e emissoras de TV; além da tomada de depoimentos de integrantes da Federação Pernambucana de Futebol, dos diretores do clube mandante, Sport Clube do Recife, e demais órgãos envolvidos, na forma da lei com o objetivo de esclarecimentos e definições quanto às causas e motivações que ocasionaram os referidos tumultos.

O referido ofício foi enviado no dia 11 de maio e a Polícia Civil de Pernambuco confirmou recebimento no início da tarde de ontem (12/05). Após as investigações, a PCPE irá encaminhar ao MPPE.

Veja também

Fonte: Folha PE

About

Veja também

leclerc-e-o-mais-rapido-na-1a-sessao-de-treinos-livres-do-gp-da-espanha

Leclerc é o mais rápido na 1ª sessão de treinos livres do GP da Espanha

O monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, foi o mais rápido na primeira sessão de treinos …

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: