Desde o início da ação, os profissionais da Secretaria Municipal de Saúde aplicaram quase 17 mil doses dos imunizantes em 107 localidades

desde-o-inicio-da-acao,-os-profissionais-da-secretaria-municipal-de-saude-aplicaram-quase-17-mil-doses-dos-imunizantes-em-107-localidades

A partir desta quarta-feira (3), unidade vai circular por 28 localidades da capital. (Foto: Ikamahã/Secretaria de Saúde do Recife)

O caminhão do mamógrafo móvel da Prefeitura do Recife vai circular por 28 localidades da capital pernambucana durante o mês de novembro, a partir desta quarta-feira (3). Serão oferecidas 1.920 vagas para exames de mama em mulheres moradoras da cidade com idades entre 50 e 69 anos. Os procedimentos precisam ser previamente agendados nos locais onde o caminhão irá circular. A programação está disponível no site da Prefeitura do Recife. 

Diariamente, serão oferecidas 80 vagas (40 em cada turno) em cada local onde o mamógrafo móvel estará estacionado. Além de realizar o agendamento prévio, no dia do exame é necessário levar documento de identificação, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e comprovante de residência. Nos locais do exame, é obrigatório o uso de máscara e o distanciamento físico deve ser respeitado. O resultado dos exames sai em até 20 dias na unidade onde o caminhão ficou estacionado ou na unidade mais próxima do local da ação.

A mamografia é o único exame cuja aplicação em programas de rastreamento apresenta eficácia comprovada na redução da mortalidade por câncer de mama. De janeiro a setembro deste ano, o mamógrafo móvel da Secretaria de Saúde do Recife já realizou 9.589 exames. Conforme preconizado pelo Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), é recomendado que mulheres de 50 a 69 façam o procedimento de rastreamento a cada dois anos.

COMO IDENTIFICAR – As mulheres devem estar atentas às mamas, no dia a dia, para que possam reconhecer suas variações naturais e identificar as alterações suspeitas. Alguns sintomas podem ser nódulo (caroço) fixo, geralmente indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo); saída espontânea de líquido de um dos mamilos e pequenos nódulos no pescoço ou na região das axilas.

Além de realizar periodicamente o exame clínico e a mamografia, adotar hábitos saudáveis, manter o peso corporal adequado, praticar atividade física e evitar o consumo de bebidas alcoólicas ajudam a reduzir o risco de ter a doença. Amamentar também é um fator de proteção.