2.a-parcela-do-fpm-de-novembro-cai-10,4%-e-prefeitos-nao-vao-pagar-parcela-das-camaras

2.a parcela do FPM de novembro cai 10,4% e prefeitos não vão pagar parcela das Câmaras

Com informação do Blog Dellas

Esta sexta-feira, os prefeitos pernambucanos, que já começaram a atrasar até o pagamento do INSS, foram surpreendidos com a informação de uma queda de 10,4% na parcela do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) a ser transferida para os municípios próximo dia 20. Como neste dia os prefeitos costumam repassar o duodécimo da Câmara muitos – talvez a maioria – não vão conseguir transferir o valor acordado. O vice-presidente da Amupe, Marcelo Gouveia, prefeito de Paudalho, confirmou a informação a este blog e exemplificou: “aqui no meu município eu teria que repassar à Câmara R$ 565 mil mas só vou receber R$ 411 mil.

Segundo ele, “a grande maioria dos prefeitos já está sem pagar a Previdência, inclusive correndo risco de processo judicial”. Lamenta que a promessa feita pelo presidente Lula de, através de parcelas extras, compensar as quedas do FPM de forma que os municípios recebam este ano o mesmo valor nominal do ano passado, não esteja sendo cumprida. “As parcelas de julho, agosto e setembro não foram liberadas até agora”- afirma.

Embora reconheça que a garantia de pagar o valor nominal já foi um reforço, Marcelo explica, no entanto, que “não será feita a correção monetária como se não tivesse inflação no país”. Se a parcela extra sair dia 30 de novembro ele diz que, mesmo assim, vai ser difícil pagar o 13.o salário. Diz que “muitos vão ter que usar esses recursos para colocar em dia a previdência. O valor extra relativo a outubro, novembro e dezembro só sai em janeiro “depois do Natal e Ano Novo”- acrescenta o prefeito.

Redação blogdellas

Fonte: Blog do Jorge Lemos
Foto: Divulgação

About Redação

Veja também

PDT JABOATÃO: Em ritmo de eleições, conheça os principais nomes do partido para as eleições de 2024

Por Luiz Gonzaga Jr – Hoje Pernambuco Com o relógio girando rápido e as eleições …