Prefeitura do Recife vai construir passarela de acesso ao mirante da Ponte Estaiada da Via Mangue

prefeitura-do-recife-vai-construir-passarela-de-acesso-ao-mirante-da-ponte-estaiada-da-via-mangue

Projeto inclui intervenções de paisagismo, pavimentação, nova iluminação, ciclovia e estacionamento.

Os ciclistas e pedestres passarão a contar com mais uma área urbanizada e acessível na Via Mangue. A Prefeitura do Recife, por meio da Autarquia de Urbanização do Recife (URB), vai executar obras de urbanização no espaço sob a alça da via, no Pina, com serviços de iluminação, paisagismo, criação de estacionamento e complemento de ciclofaixa, além da construção de passarela de acesso ao Belvedere (mirante da Ponte Estaiada da Via Mangue).

A intervenção, que também inclui a construção de uma alça ligando a Avenida República do Líbano a Av. Dirceu Velloso Toscano de Brito, já tem um estacionamento finalizado com vagas para 20 veículos. Foram realizadas ainda neste mesmo projeto, em parceria com a Emlurb, as pavimentações das ruas Paulo Mafra e Adônis de Souza, otimizando o fluxo de veículos e atendendo pleito antigo dos moradores da área.

A licitação para escolha da empresa responsável pela finalização da obra foi lançada esta semana e tem o orçamento máximo na ordem de R$ 2,2 milhões. O investimento viabilizará a instalação de passarela, de forma helicoidal, que vai garantir o acesso de pedestres e ciclistas ao Belvedere. Com três metros de largura, a estrutura da passarela será de concreto armado e seguirá padrões de acessibilidade. 

O projeto para criação da nova área urbanizada conta ainda com a instalação de 14 bancos em concreto, paisagismo com o plantio de 84 árvores, serviços de elétrica, acabamento e instalação de guarda-corpo. Além disso, a ciclovia do RioMar será aumentada em 80 metros, complementando a malha cicloviária da região. A iniciativa traz mais qualidade de vida para os moradores da região e cria acesso ao Belvedere, que ainda era uma área sem estrutura para receber pedestres, ciclistas e visitantes de modo geral.

VIA MANGUE – A Via Mangue é considerada a maior obra viária das últimas décadas no Recife. Trata-se de uma via de trânsito rápido composta de duas pistas, sem semáforos, com calçadas acessíveis e ciclovia. A pista oeste, próxima ao mangue, tem duas faixas, enquanto a pista leste conta com três, sendo duas de tráfego e uma para acostamento. Além dos acessos, a via conta com retornos, localizados a 800 metros um do outro, que permitem a mudança de sentido. A Ponte Vice-Presidente José de Alencar (Ponte Estaiada) oferece para a população espaço de convivência, com bancos e área de contemplação.