adolescentes-em-acompanhamento-psicossocial-produzem-peca-de-teatro-para-falar-sobre-suicidio-e-automutilacoes

Adolescentes em acompanhamento psicossocial produzem peça de teatro para falar sobre suicídio e automutilações

A atividade faz parte da programação do Setembro Amarelo, que chama atenção para a valorização da vida e prevenção do suicídio

Nesta quinta-feira (23), às 15h, um grupo de adolescentes que está sendo acompanhado no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Infantil Professor Zaldo Rocha, na Encruzilhada, apresentará uma peça de teatro que vai abordar assuntos relacionados ao suicídio e automutilações na adolescência. A atividade está dentro da programação do Setembro Amarelo da Prefeitura do Recife, que chama atenção para cuidados relacionados à saúde mental.

Intitulada “O troféu depois das cicatrizes”, a apresentação foi construída como parte do processo terapêutico de cinco garotas, que produziram o texto da peça, e de dois garotos, que farão a organização do espetáculo. O trabalho tem como objetivo ajudar esse grupo, que está na faixa etária dos 14 aos 16 anos, a expressar os seus sofrimentos e realçar suas habilidades, como forma de socialização.

O texto, que é autoral, traz a visão dos adolescentes sobre o andamento do tratamento deles para as questões das tentativa de suicídio e automutilações severas e como tem sido a vida depois das marcas nos corpos. Além disso, apresenta uma mensagem para quem está assistindo à peça sobre como é difícil o sofrimento na adolescência, mas que o Caps facilita esse processo quando dá lugar à palavra e oportuniza o acompanhamento multiprofissional adequado.

Além da peça teatral, outras atividades ainda acontecerão até o fim deste mês em outros equipamentos de saúde da cidade, como unidades básicas, centros de atenção psicossocial (caps) e polos da Academia da Cidade, e também em escolas municipais, para chamar atenção da população sobre o tema. A programação inclui, por exemplo, exibição do curta Solitário Anônimo, no Compaz Governador Miguel Arraes, no próximo dia 29, e apresentação de esquete do grupo de teatro do Consultório de Rua, que circulará, entre os dias 20 e 24, por escolas da Zona Norte, sobre a importância dos cuidados com a saúde mental.

Nas unidades de saúde, os pacientes participarão de salas de espera e rodas de conversa. No dia 27, na Unidade Básica Tradicional José Dustan, na Iputinga, haverá uma palestra com o psiquiatra Kleber Varella. Já no dia 29, moradores da área da Upinha Chié, em Campo Grande, farão uma caminhada alusiva ao Setembro Amarelo pela comunidade. A programação completa está abaixo.

REDE DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL – O cidadão pode procurar os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) de forma espontânea ou por encaminhamento de uma unidade da Atenção Básica. Os Caps tratam casos relacionados à saúde mental e ao uso de álcool e outras drogas. Os profissionais que trabalham nos Caps formam uma equipe multidisciplinar composta por médicos psiquiatras, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e terapeutas ocupacionais. Confira os endereços: https://bit.ly/3ECa3nh.

PROGRAMAÇÃO:

Dia 21 – 10h – Escola de Referência Pompeia Campos, Macaxeira – Apresentação Consultório de Rua

Dia 21 – 7h30 – Polo PAC Simão, Estância – Papo Saúde com o tema Setembro Amarelo, com a presença da psicóloga do Núcleo de Apoio à Saúde da Família da Secretaria de Saúde do Recife, Romercia

Dia 22 – 8h30 – Escola Santa Maria, Alto José do Pinho – Apresentação Consultório de Rua

Dia 23 – 14h30 – Escola Maria Teresa, Alto José do Pinho – Apresentação Consultório de Rua

Dia 24 – 8h30 – Escola Maria Teresa, Alto José do Pinho – Apresentação Consultório de Rua

Dia 24 – 14h30 – Escola Santa Maria, Alto José do Pinho – Apresentação Consultório de Rua

Dia 24 – 14h – Escola Municipal Jardim Uchôa – Palestra ‘Valorização da vida: em tempos de pandemia’

Até dia 24 – 8h – USF Chão de Estrelas – Sala de espera sobre o Setembro Amarelo

Dia 27 – 14h – UBT José Dustan – Palestra ‘Prevenção do suicídio’

Dia 29 – 14h – Compaz Governador Miguel Arraes – Exibição do curta ‘Solitário Anônimo’

Dia 29 – 8h – Upinha Chié – Sala de espera / caminhada consciente pela comunidade

Dia 30 – 7h30 – Polo ABC – Palestra sobre Valorização da vida / Caps Itinerante

About Redação

Check Also

feira-de-artesanato-nossa-arte-completa-cinco-anos-com-programacao-especial

Feira de Artesanato Nossa Arte completa cinco anos com programação especial

Nos dias 09 e 10, das 10h às 18h, no Alto da Sé Publicado por: …

%d blogueiros gostam disto: