trabalhadores-informais-receberao-16-mil-cestas-basicas-da-pcr-para-garantir-alimentacao-durante-a-quarentena

Trabalhadores informais receberão 16 mil cestas básicas da PCR para garantir alimentação durante a quarentena

 

Após garantir mais de 286 mil cestas básicas para as famílias dos alunos da rede municipal de ensino e outras 100 mil para as pessoas em situação de vulnerabilidade de toda a cidade, a Prefeitura do Recife beneficia os trabalhadores informais que mais serão afetados pelas medidas de isolamento social rigoroso que entram em vigor na cidade neste sábado (16), por meio de decreto do Governo do Estado. Estão sendo distribuídas ao longo desta sexta-feira (15), mais 16 mil cestas básicas para esse grupo. Os insumos foram garantidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos. A ação acontece em vários pontos de entrega e terá a coordenação de diversas secretarias municipais.

As cestas serão entregues, sobretudo, àqueles profissionais que precisam da clientela para desenvolverem suas atividades e garantirem a renda. Dessa forma, serão beneficiados artesãos, cooperativas de catadores, comunidade de terreiros, quiosqueiros, ambulantes, feirantes, grafiteiros, barqueiros, guias de turismo, flanelinhas, condutores e condutores auxiliar de táxi e transporte complementar, entre outros.  

No Centro Comercial de Casa Amarela (Sempre Viva), onde todos os boxes estão fechados devido à quarentena, foram entregues 420 cestas básicas. Para o comerciante Jair Gomes, o benefício veio em boa hora. “Estamos com nosso ponto fechado há quase dois meses e tem sido muito difícil levar a comida para casa. Moro apenas com minha esposa e estamos fazendo o possível para respeitar a quarentena. Com essa cesta básica, não vamos precisar nos arriscar tanto para garantir o alimento”, disse.  

De acordo com a secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Recife, Ana Rita Suassuna, a distribuição das cestas visa possibilitar que os trabalhadores informais sintam menos as consequências do reforço da quarentena neste momento. “Já está muito claro que o isolamento social é, de fato, a única forma de conseguirmos cessar o avanço de contágio por covid-19. Porém, nossa função, quanto poder público, é garantir que os profissionais mais vulneráveis consigam alimentar suas famílias durante esse período”, afirmou

CESTAS BÁSICAS – Desde os primeiros casos suspeitos de covid-19 no Recife, a Prefeitura da Cidade têm realizado ações para garantir a alimentação na mesa das famílias que mais precisam. Nos últimos dois meses, já foram distribuídas mais de 286 mil cestas básicas e outros 286 mil kits de higiene e limpeza para as famílias dos 90 mil alunos da rede municipal de ensino. Além disso, a rede de assistência social do município entregou mais de 100 mil cestas básicas para as famílias que recebem o Bolsa Família e para as famílias da “fila de espera”, que têm o perfil para participar do programa, mas que ainda não foram incluídas pelo Governo Federal.A rede de solidariedade mobilizada pela Prefeitura do Recife, com o apoio da sociedade civil e de empresas também já distribuiu mais de 60 mil cestas em toda a cidade. Além disso, os restaurantes populares da Prefeitura do Recife já garantiram 70 mil refeições na forma de quentinhas para a população em situação de rua.

Secretaria?: 
0
Secretária / Órgão: 
Categoria/Assunto: 

img_alt

Ação beneficia grupos mais vulneráveis diante das novas medidas de isolamento social necessárias no momento de progressão dos casos de covid-19 na cidade. Com a entrega, Prefeitura do Recife passa de 400 mil cestas básicas distribuídas durante a pandemia (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

Carrossel?: 
0
Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: