Tecnologia: Vilã ou aliada da sustentabilidade?

No mundo contemporâneo, é inegável a necessidade do uso da tecnologia como meio gerador de mudanças. Contudo, em meio a esse desenvolvimento desenfreado, há um impacto fortíssimo visto através da degradação ambiental.

Portanto, faz-se necessário pensar em inovação tecnológica como ferramenta que promova um meio ambiente mais saudável, pois é um direito de todo, garantido constitucionalmente em seu art. 225.

A tecnologia pode ser uma grande ser uma grande aliada na minimização de impactos ambientais, visto que esse conceito baseia-se justamente na elaboração de estratégias econômicas e ambientais visando a redução de resíduos e emissões. Podemos citar como os processos de biorremediação onde se utiliza microrganismos para recuperação de áreas degradas, a captação do gás metano em aterros sanitários, a obtenção de gesso reciclável a partir de rejeitos de construção e demolição, as chamadas metralhas. 

Existe hoje no Brasil uma grande necessidade de investimento em pesquisa científica para que possamos encontrar soluções tecnológicas viáveis visando a conservação ambiental. 

Há também uma grande necessidade de engenheiros, tecnólogos e técnicos que são atores fundamentais na construção da sustentabilidade. 

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: