paralisacao-dos-rodoviarios-faz-com-que-passageiros-se-aglomerem-nos-terminais-integrados-do-grande-recife

Paralisação dos rodoviários faz com que passageiros se aglomerem nos terminais integrados do Grande Recife

ALEX OLIVEIRA/JC IMAGEM

Nessa terça-feira (08), com o aumento do número de casos da covid-19, o governo de Pernambuco decidiu proibir shows, festas e similares, o que inclui apresentações ao vivo em bares e restaurantes, com ou sem cobrança de ingresso, independente do número de participantes. Além disso,  também está proibida a realização de shows e festas de Natal e réveillon em espaços públicos ou privados, como condomínios, clubes, hotéis e estabelecimentos afins, com ou sem cobrança de ingresso.

A paralisação realizada nesta quarta-feira, que pegou a população de surpresa, tem como motivação o não cumprimento da lei que encerra a dupla função dos motoristas, segundo os rodoviários. Com isso, o Sindicato dos Rodoviários, afirmou que, a partir de agora, somente ônibus com cobradores poderão deixar as garagens. 

“(As empresas) Descumpriram tudo que foi mediado pelo Tribunal Regional do Trabalho. Ficou acordado a volta dos cobradores, com participação do governo do Estado. Teve a portaria publicada pelo governo do Estado sobre o assunto, mas as empresas não estão cumprindo. Também não estão cumprindo a estabilidade de seis meses. As empresas continuam afrontando o judiciário e o governo do Estado. O sindicato está aqui para fiscalizar. Os ônibus só saem com cobradores, assim como determina a portaria”, disse Aldo Lima, presidente do sindicato dos rodoviários.

Também preso em dos terminais integrados do Grande Recife, o passageiro identificado como Washington afirmou que provavelmente levará falta no trabalho e terá o dia descontado do seu salário, mas que apoia a paralisação dos rodoviários. “Eu acho correto porque é falta de atenção, o motorista dirige e precisa passar troco, gera perigo para os passageiros. Eu sou a favor da volta dos cobradores”, disse.

Apesar de algumas linhas estarem recebendo reforços, os poucos ônibus que saem dos terminais estão lotados, com passageiros até pendurados nas portas. Não há previsão de normalização.

Dupla função

Na manhã do dia 25 de novembro, uma portaria que proibia o acúmulo das funções de cobrador e motorista de ônibus no Grande Recife a partir do dia 3 de dezembro foi publicada no Diário Oficial da União de Pernambuco.

Com isso, a decisão estabeleceu como obrigatória a presença do cobrador de tarifas em todos os veículos, prevista na Lei 18.761/2020. “As empresas operadoras do Sistema de Transporte Público de Passageiros (STPP) deverão informar ao Consórcio Grande Recife as providências em curso para atendimento ao disposto na lei 18.761/2020″, disse o texto.

No entanto, após considerar os argumentos dos empresários, o governo de Pernambuco decidiu ampliar o prazo para a volta dos cobradores e o fim da dupla função de motoristas nos ônibus da Região Metropolitana do Recife. Por nota enviada no dia 2 de dezembro, o Estado informou que até essa terça-feira (8), haveria uma fiscalização das mudanças. 

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: