lenta,-vacinacao-so-agora-chega-a-1-milhao-de-pernambucanos

Lenta, vacinação só agora chega a 1 milhão de pernambucanos

Oitenta e dois dias após o início da vacinação contra a Covid-19, Pernambuco finalmente atingiu a marca de um milhão de imunizados com a primeira dose. Ao todo foram beneficiadas 1.029.089 pessoas, cerca de 10,7% da população do estado. Desde 18 de janeiro, apenas 12.549 pernambucanos foram vacinados a cada dia, em média, evidenciando, em escala local, a morosidade que é característica da campanha, até agora, em todas as regiões do país. 

Nesta sexta-feira, o governador Paulo Câmara fez pronunciamento para anunciar a nova marca e destacar a importância da dose para garantir o controle da pandemia. “Ainda temos um longo caminho pela frente, mas os reflexos da imunização nos idosos e trabalhadores da saúde já podem ser sentidos na diminuição dos índices de internação desses dois grupos”, argumentou. A parcela que já recebeu a primeira dose inclui 714.671 idosos a partir dos 65 anos – 81,5% dessa população, formada por 876.428 pessoas. 

Na quinta-feira, Pernambuco desembarcou um novo lote com mais de 187 mil doses de vacinas, sendo 102 mil da AstraZeneca/Oxford e 85,4 mil da CoronaVac/Butantan. No início da tarde desta sexta, todas as Gerências Regionais de Saúde já haviam recebido esse novo lote. A operação de logística, que durou nove horas, teve início às 5h e terminou por volta das 14h. Nesta 12ª distribuição, foram utilizados transporte aéreo (para Serra Talhada) e terrestre. Com a nova remessa, sobe para 1.639.960 o número de doses da CoronaVac/Butantan e para 380.970 as da AstraZeneca/Fiocruz recebidas, totalizando 2.020.930 de unidades dos imunizantes.

“Vamos continuar avançando na imunização dos idosos, dos trabalhadores da saúde e dos profissionais de segurança pública, como previsto no Plano Nacional de Imunização”, afirmou Paulo Câmara. Segundo ele, foi registrada uma desaceleração da pandemia no estado, mas mesmo assim os patamares de contaminação seguem elevados. 

“É fundamental que todos continuem apostando na prevenção para evitar a disseminação do vírus. Evite sair de casa, higienize as mãos e, sempre, sempre use máscara”, finalizou. 

O estado já distribuiu 297.896 segundas doses, totalizando 1.327.076 imunizações contra o coronavírus. “Só não estamos avançando ainda mais porque o Brasil, infelizmente, ainda vive uma escassez de imunizantes”, frisa o secretário estadual de Saúde, André Longo. 

O gestor reforça que, havendo disponibilidade do insumo em larga escala, os municípios pernambucanos têm capacidade para vacinar mais pessoas em pouco tempo. Ele usou de comparativo a campanha contra a influenza em 2020, quando foram imunizadas mais de 1,4 milhão de pessoas em um mês. 

Na quinta-feira, durante entrevista coletiva, o secretário pediu rapidez na análise, pela Anvisa, do imunizante russo Sputnik V, que teve 37 milhões de doses adquiridas pelo Consórcio Nordeste.

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: