central-hidreletrica-levara-energia-a-mais-de-12-mil-residencias-no-parana

Central hidrelétrica levará energia a mais de 12 mil residências no Paraná

O empreendimento foi inaugurado nesta sexta-feira e representa desenvolvimento econômico e social para a região

Publicado em

06/11/2020 18h51

Com a capacidade de abastecer 12,5 mil residências com energia elétrica, foi inaugurada, nesta sexta-feira (6), a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Bedin, localizada entre os municípios de Francisco Beltrão e Renascença, no sudoeste do Paraná. O Presidente Jair Bolsonaro participou da inauguração e fez uma visita a casa de força da hidrelétrica.

A PCH Bedin tem potência instalada total de 6 MW. Foi construída no Rio Santana, no prazo de 9 meses, por um grupo privado, e foram gerados 400 empregos. O investimento foi de R$ 30 milhões e contou com recursos do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Ao discursar no evento, o secretário adjunto de planejamento e desenvolvimento energético do Ministério de Minas e Energia, Hélvio Guerra, afirmou que as pequenas centrais hidrelétricas se tornam pólos de desenvolvimento para os locais onde são instaladas.

“As pequenas centrais hidrelétricas têm um potencial para o desenvolvimento social e econômico. Em todos os locais onde implantamos pequenas centrais, os indicadores sociais e econômicos crescem de forma mais acelerada do que no entorno daqueles municípios. Em alguns casos, os indicadores de emprego e renda crescem 20% acima daqueles municípios que estão em volta, os indicadores de IDH [Índice de Desenvolvimento Humano] crescem mais de 10%.”

O secretário destacou ainda que as pequenas usinas são totalmente construídas com tecnologia nacional e contribuem para a geração de energia limpa. “Hoje, 83% da eletricidade que consumimos vêm de fontes renováveis de energia. Desses 83%, em mais de 60%, a eletricidade é proveniente da fonte hídrica e, com grande parte, das pequenas centrais hidrelétricas”, ressalta.

PCH

A PCH Bedin se soma a outras 419 pequenas centrais hidrelétricas atualmente em operação no Brasil. De acordo com o Ministério de Minas e Energia, uma PCH é uma hidrelétrica de pequeno porte que aproveita características geográficas para a geração de energia, reduzindo impactos ambientais. A PCH tem potência entre 5 e 30 MW e área de reservatório de até 13 quilômetros quadrados.

Além disso, é um empreendimento de geração de energia limpa e renovável. Pelo porte, pode ser construída mais perto dos pólos de consumo como cidades e centros industriais.

Rodovia no Paraná

Durante a cerimônia, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, anunciou que a empresa Itaipu Binacional aportará recursos na pavimentação de um trecho da Estrada Boiadeira, no Paraná. A iniciativa é uma parceria entre a Itaipu, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e o governo do estado do Paraná.

“Com Itaipu Binacional, vamos terminar a pavimentação da Boiadeira. Quarenta e seis quilômetros de pavimentação, R$ 223 milhões de investimento de Porto Camargo até a Serra dos Dourados”, revela Tarcísio Gomes.

Segundo informações de Itaipu, a Estrada Boiadeira será a futura ligação do Paraná à rota bioceânica que ligará o Atlântico ao Pacífico. Estão previstas nove obras especiais, como pontes e viaduto. O prazo para conclusão é de dois anos e meio.

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: