afogados-da-ingazeira-aparece-em-levantamento-da-secretaria-do-trabalho-como-municipio-que-contratou-mais-mulheres-do-que-homens-no-1o-trimestre

Afogados da Ingazeira aparece em levantamento da Secretaria do Trabalho como município que contratou mais mulheres do que homens no 1º trimestre

De janeiro a abril deste ano, a região Nordeste registrou mais contratações de mulheres do que homens. Segundo dados divulgados pela Secretaria de Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco (STQE), 53.940 mulheres conseguiram emprego, ante 34.636 vagas ocupadas por profissionais do sexo masculino.

De acordo com a Secretaria, no cenário pernambucano, o período de janeiro a abril registrou 3.057 desligamentos de homens, enquanto 8.220 mulheres foram admitidas. Em 2020, 14 mil mulheres perderam o emprego em Pernambuco.

Na avaliação do secretário de Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, existem fatores que explicam uma maior quantidade de mulheres contratadas na comparação com os trabalhadores. “O resultado é fruto de políticas públicas, da visão diferenciada dentro da iniciativa privada no Estado e da dedicação das mulheres, que se desdobram para assumir a renda de casa para ter mais independência e criar os filhos”, comentou.

Pernambuco, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba, Sergipe e Alagoas são os estados em que o número de contratações de mulheres superou o dos homens. A nível local, das 184 cidades pernambucanas, o saldo de admissão de mulheres superior ao de homens foi registrado em 43 municípios.

Segundo a STQE, as dez cidades que mais ofereceram empregos para trabalhadoras foram “Petrolina (1.408), Olinda (809), Garanhuns (556), São José do Belmonte (284), Ipojuca (258), Lagoa Grande (181), Igarassu (86), Cabo de Santo Agostinho (82), Moreno (64) e Afogados da Ingazeira (58)”.

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: