william-brigido-pede-que-estado-ajuste-regras-do-13°-do-bolsa-familia 

William Brigido pede que Estado ajuste regras do 13° do Bolsa Família 

INFORMALIDADE – “Critérios não condizem com realidade de consumo das pessoas de baixa renda.” Foto: Roberto Soares

O deputado {dep: 364648(William Brigido)} (REP) destacou, em discurso no Pequeno Expediente desta quarta (19), que apenas 6% das famílias pernambucanas beneficiárias do Programa Bolsa Família conseguiram receber, neste ano, o valor integral da parcela extra prometida pelo Governo do Estado – o chamado 13° do Bolsa Família. Segundo o parlamentar, a maioria tem dificuldades para acumular os créditos de compras exigidos pela iniciativa e, assim, fazer jus aos R$ 150.

“As regras não condizem com a realidade de consumo das pessoas de baixa renda, que, em geral, vivem em áreas em que o comércio é informal e, por isso, não emite nota fiscal”, alegou o parlamentar, explicando que o benefício é calculado a partir das notas fiscais emitidas em compras de alimentos, materiais de limpeza e higiene, medicamentos e gás de cozinha. “Sugerimos que a equipe do Poder Executivo reformule os critérios”, solicitou.

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: