Site da ONU destaca convênios de três agências com Governo de Pernambuco

As agências ONU-Habitat, PNUD e UNODC vão dar apoio técnico e monitorar políticas. Convênios vão priorizar adolescentes e jovens, em áreas identificadas pelo Estado

O site oficial das Nações Unidas no Brasil (onu.org.br) destacou convênios firmados de três agências com o Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas. O escritório Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) vão dar apoio técnico na implementação e no monitoramento de parte do programa de prevenção ao crime e à violência no Estado. O ONU Habitat será parceiro nesta iniciativa.

Os convênios também foram destaque no site da UNOCD (url.gratis/NpyEb). A parceria prevê a elaboração de uma matriz de indicadores para contribuir com o monitoramento das políticas de prevenção à violência e ao uso abusivo de drogas, com foco nos adolescentes e jovens de 12 a 29 anos, expostos a violências e a vulnerabilidade social nas vinte Áreas Integradas de Segurança priorizadas pelo Pacto pela Vida, chamados de Territórios Especiais de Cidadania.

O secretário de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas, Cloves Benevides, considera a aproximação para troca de informações e, principalmente, monitoramento das políticas públicas um avanço qualitativo para aferição de resultados e eliminação de distorções. “Pernambuco é um Estado com protagonismo no uso de instrumentos de monitoramento para a segurança da população e estas parcerias vão apoiar a necessária ação antecipatória, capaz de ter efeitos de longo prazo nos indicadores do Pacto pela Vida”, comentou o secretário Cloves Benevides.

De acordo com a diretora do Escritório de Ligação e Parceria do UNODC no Brasil, Elena Abbati, o UNODC tem o mandato de identificar, analisar e monitorar tendências globais sobre drogas, justiça e criminalidade. “Todo esse trabalho em prol da produção de evidência científica se baseia na premissa de que informações confiáveis são essenciais para fortalecer a cooperação internacional e a capacidade dos países-membros de monitorar, avaliar e propor respostas, sobretudo no que se refere a um fenômeno social tão complexo como droga e criminalidade”, afirmou.

A representante-residente do PNUD no Brasil, Katyna Argueta, disse que a parceria com o Governo de Pernambuco visa desenvolver inovação e conhecimento, bem como ações-piloto voltadas ao fortalecimento da prevenção social ao crime e à violência, com uma perspectiva intersetorial e foco nas populações mais vulneráveis. “A colaboração do UNODC no âmbito deste projeto agregará a expertise da agência nos temas relacionados às políticas sobre drogas.”

A reportagem destaca os vários investimentos do Governo de Pernambuco na prevenção das violências, na proteção, atenção e cuidado ao uso abusivo de drogas e na promoção dos direitos das pessoas mais vulneráveis. Cita o Pacto pela Vida e o Programa Governo Presente de Ações Integradas para Cidadania e a criação da Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas, em 2019, quando foi elaborada uma proposta de Política de Prevenção Social ao Crime e à Violência no Estado de Pernambuco, aprovada e sancionada em maio de 2019, para dar seguimento às ações de prevenção e enfrentamento ao crime e às drogas.

 

Endereços:

ONU Brasil – https://nacoesunidas.org/

UNODC: – https://www.unodc.org/lpo-brazil/pt/index.html

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: