presidente-bolsonaro-da-inicio-ao-plantio-da-soja-em-sorriso-(mt)

Presidente Bolsonaro dá início ao plantio da soja em Sorriso (MT)

Brasil é o maior produtor mundial de soja e tem produção estimad_a em 124,8 milhões de toneladas na safra 2019/2020

Publicado em

18/09/2020 20h49

O Presidente Jair Bolsonaro, acompanhado de ministros, esteve, nesta sexta-feira (18), no município de Sorriso, no Mato Grosso, onde participou do lançamento simbólico de plantio da próxima safra de soja. A cidade é a maior produtora do grão no mundo e o estado é líder de produção no País.

Também conhecido como a Capital Nacional do Agronegócio, Sorriso possui cerca de 600 mil hectares de área plantada de soja, segundo o presidente do Sindicato Rural de Sorriso, Tiago Nogueira. “E a gente espera aumentar a produção na próxima safra”, afirmou. O clima na região é favorável à produção da soja. “Dá orgulho representar esses produtores, essa classe que tanto produz”, acrescentou Nogueira.

A soja é considerada um dos produtos mais importantes na economia mundial. Além de ser destaque na indústria alimentícia, é também utilizada na indústria farmacêutica e de cosméticos.

Liderança mundial

O Brasil voltou a ser o maior produtor de soja do mundo, ultrapassando os Estados Unidos; e deve permanecer nesta posição nos próximos anos, segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultora.

Na safra 2019/2020, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o País tem um novo recorde, com produção estimada de 124,8 milhões de toneladas de soja, um ganho de 4,3% em relação à safra anterior, de 2018/2019.

Em relação à safra total de grãos, do período 2019/2020, a produção, de acordo com a Conab, será de 257,8 milhões de toneladas, tendo à frente a soja, o milho e o algodão. Esse volume representa uma alta de 11 milhões de toneladas em relação à safra passada. Mesmo com o distanciamento social definido pelos governos locais, o agronegócio se manteve aquecido e conseguiu trazer recursos para o País neste ano.

Plano Safra

Para o Plano Safra 2020/2021, produtores rurais já podem ter acesso aos R$ 236,3 bilhões disponibilizados em financiamento para apoiar a produção agropecuária, um crescimento de 6,1% em comparação à anterior.

Os recursos podem ser contratados nos bancos que operam crédito rural e nas cooperativas de crédito, e vão contribuir para garantir, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a continuidade da produção no campo e o abastecimento de alimentos no País durante e após o distanciamento social.

Do total de R$ 236,3 bilhões do Plano Safra, R$ 179,38 bilhões estão destinados para custeio, comercialização e industrialização; e R$ 56,92 bilhões, para investimentos. Os financiamentos da atual safra poderão ser contratados pelos agricultores até 30 de junho de 2021.

Contratações

Nos meses de julho e agosto, produtores rurais contrataram R$ 48,9 bilhões em crédito do Plano Safra 2020/2021. O valor representa uma alta de 30% em relação a julho e agosto do ano anterior. De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o resultado é reflexo do aumento das atividades agropecuárias em função das perspectivas favoráveis de mercado e do nível de confiança do produtor rural.

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: