Prefeitura do Recife divulga resultado do Edital de Apoio à Ocupação da Programação 2021-2022 da Frei Caneca FM

prefeitura-do-recife-divulga-resultado-do-edital-de-apoio-a-ocupacao-da-programacao-2021-2022-da-frei-caneca-fm

Entre 154 inscritos, foram selecionados 44 programas da sociedade civil, que irão compor a grade de conteúdo da rádio pública, a partir do próximo ano. (Foto: Rafa Medeiros/divulgação)

Tradição e inovação cultural, cinema e direitos humanos, música e questões de gênero, programação infantil e cultura negra: tudo o que falam as ruas do Recife tocará na programação da rádio Frei Caneca FM, que ganha nova grade de conteúdo a partir do próximo ano. O resultado do Edital de Apoio à Ocupação da Programação 2021-2022 da rádio, publicado hoje (14) no Diário Oficial, registra a seleção de 44 programas produzidos pela sociedade civil para compor o cada vez mais variado cardápio de informações e serviços oferecidos pela rádio pública, mantida pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife.

O edital recebeu um total de 154 inscrições. Aos selecionados, será assegurado um total de R$ 375 mil para apoiar a produção de conteúdo para a emissora pública, valor 50% mais alto que o executado no edital anterior, lançado em 2019. Os recursos serão distribuídos de acordo com o tempo de duração dos programas, em parcelas únicas. Os proponentes também poderão contar com outras fontes de apoio financeiro.

Entre os eixos temáticos contemplados, estão ainda: forró, LGBTQIA , meio ambiente, literatura, mulher, linguagens artísticas, bem estar, programas experimentais, entre outros. A sociedade civil tem até o próximo dia 21 de outubro para pedir a revisão dos resultados.

Cultura que Toca – Enquanto a nova grade não estreia, a Frei Caneca FM não para de inventar e tocar novidade. A rádio colocou no ar recentemente o interprograma Cultura que Toca, para celebrar a cultura do Recife, falando sobre antigas histórias das ruas, festas, tradições e celebrações, a partir do olhar, da poesia, sensibilidade e conhecimento da especialista cultural Carmem Lélis, que soma muitos anos de pesquisa, dedicação e devoção à cultura popular. São pílulas de conteúdo com um a dois minutos de duração, exibidos diariamente e várias vezes ao longo da programação, convidando a aguçar os sentidos e o sensível para perceber a cultura que nos irmana ao redor do conceito de povo de um lugar.