prefeitura-do-recife-convoca-time-de-embaixadores-em-prol-da-primeira-infancia

Prefeitura do Recife convoca time de embaixadores em prol da Primeira Infância

 

Um time de peso foi convocado pela Prefeitura do Recife para ampliar as colaborações para a construção coletiva do Plano Municipal para a Primeira Infância. Nesta terça-feira (10), o prefeito Geraldo Julio ao lado da primeira dama Cristina Mello, apresentou os embaixadores da Primeira Infância do Recife, iniciativa que tem como propósito mobilizar, engajar e sensibilizar a sociedade para participação popular através de consulta pública que vai estabelecer princípios, diretrizes, instrumentos e competências para a formulação e a implementação de políticas públicas para a primeira infância através de um Plano Municipal que terá a duração de 10 anos (2020-2030).    “Depois da aprovação do Marco Legal da Primeira Infância, a etapa agora é a elaboração do Plano Municipal e esse plano deve ser elaborado por toda a sociedade, por isso convidamos esses embaixadores que são pessoas da sociedade, que já atuam nessa área, que já cuidam de desenvolver as crianças desde o nascimento e agora vão ajudar os recifenses a participar e elaborar o primeiro plano da cidade. Tenho certeza que eles vão cumprir o papel, fico muito feliz porque encontramos muita gente engajada com a causa na nossa cidade. Não tenho dúvida que será o melhor plano para a primeira infância do país”, explicou o prefeito Geraldo Julio.  Para reforçar o time e ampliar a participação popular na consulta pública, uma série de formadores de opinião ligados ao tema abraçaram a causa. Ao todo 67 pessoas foram convidadas e abraçaram a missão, como Carol Levy, Fada Magrinha, Tio Bruninho, ONG Casa das Asas e Blog Mãetamorfose, Pompéia Villachan-Lyra e Kaka Santos, entre outros. Os interessados podem fazer a adesão através da Plataforma Colab – onde já estão sendo recolhidas sugestões para o plano desde fevereiro – e se engajem para ampliar a participação popular na consulta pública através de seus contatos pessoais.  De acordo com o secretário Executivo para a Primeira Infância, Rogério Morais, a ideia é ampliar o debate e ter a participação de um maior número setores da sociedade. “A gente tem vários canais para poder multiplicar essa pesquisa e chegar junto de todos os segmentos da sociedade e a participação digital é uma dessas formas. Então hoje estamos realizando um trabalho coletivo de multiplicação dessa ideia. Este é um plano decenal para a cidade, que perpassa a gestão e desejamos que as pessoas se identifiquem com as aspirações propostas nele e assim tenham um senso de pertencimento”.  Qualquer pessoa pode ser um embaixador ou só participar da consulta se cadastrando através da internet, desde que tenha email e CPF. Para quem quer ser embaixador, o internauta recebe um link personalizado por email que pode ser enviado aos seus contatos, além de sugestões de imagens, textos e vídeos para compartilhar com seus amigos e conhecidos. Basta baixar o Aplicativo Colab, disponível gratuitamente para os sistemas Android e IOS e clicar em ‘quero ser embaixador’ na área da consulta pública do Plano Municipal para a Primeira Infância do Recife. Para quem quiser dar sua opinião, a pesquisa também está disponível através do https://consultas.colab.re/primeirainfanciarecife, sítio onde qualquer cidadão também pode deixar suas colaborações para o Plano. Para os embaixadores, o link personalizado garante que cada contato responderá à consulta graças ao intermédio deste colaborador e cada resposta contará para o sistema de pontuações que gera recompensas cidadãs. Gustavo Carvalho, da Rede de Operações da Colab falou sobre a iniciativa. “Para a Colab este é um projeto de valor muito importante porque é a primeira consulta que trata da primeira infância. Particularmente para mim, Paulo Pandolfi e Gustavo Maia, fundadores do Colab e recifenses, essa consulta tem um caráter especial porque estamos ajudando a Prefeitura do Recife a cuidar das crianças da nossa cidade”, afirmou.  A cantora, compositora e contadora de histórias Carol Levy é uma das embaixadoras e falou sobre a emoção de levar essa bandeira. “Receber um título como esse é de uma responsabilidade muito grande e um combustível para que a gente faça mais e que a gente entenda o quão importante é um artista desenvolver um conteúdo com responsabilidade para as crianças. Eu imagino que a gente deva ter um respeito e uma empatia muito grande por quem elas são, porque a partir do momento que você entende que ela não funciona da mesma forma que nós adultos, nós conseguimos nos comunicar melhor com elas”, declarou.     Para a professora da Universidade Federal Rural de Pernambuco, Pompéia Villachan-Lyra essa é uma iniciativa que agrega as pessoas de diferentes espaços para que possam juntas fortalecer a construção do plano para a primeira Infância. “Do ponto de vista científico a gente já sabe da importância da Primeira Infância, só que é fundamental que essa informação chegue para as pessoas, esse conhecimento que a universidade e a academia produzem, que a academia se engaje na compreensão e na construção de um plano que de fato possa contribuir para que as crianças de zero a 6 anos tenham um espaço mais saudável, que proporcione a interação entre as próprias crianças, com as famílias, de moda a construção de relações afetivas e promover um desenvolvimento saudável”, apontou a pesquisadora. Plano Municipal para a Primeira Infância – O Plano Municipal para a Primeira Infância é o segundo passo após a instituição do Marco Legal da Primeira Infância (Lei nº 18.491), publicada em maio de 2018, e que estabelece princípios, diretrizes, instrumentos e competências para a formulação e a implementação de políticas públicas para a primeira infância em atenção à especificidade e à relevância dos primeiros anos de vida no desenvolvimento integral infantil e no desenvolvimento do ser humano. A primeira infância se caracteriza pelos primeiros 6 anos de vida da criança. O levantamento está sendo coordenado pelo Conselho Municipal de Defesa e Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente da Cidade do Recife (Comdica) em parceria com Prefeitura do Recife por meio das Secretarias Executiva para a Primeira Infância e de Educação e ocorre até o março.  Além da consulta pública online, as crianças do Recife que estudam na Rede de Ensino Municipal estão participando de uma consulta pública sobre o que esperam que a Cidade ofereça para elas. Entre os quesitos sobre os quais os alunos opinarão está “O que sonho na cidade para mim”. Cerca de 40 mil crianças do grupo IV ao 3º Ano do Ensino Fundamental e com idades entre 4 e 8 anos, de 246 Escolas da Rede, 18 unidades conveniadas e dez colégios particulares participarão da consulta.

Secretaria?: 
0
Categoria/Assunto: 

img_alt

Nesta terça (10), o prefeito Geraldo Julio apresentou os 67 embaixadores do Programa, que também estará aberto ao público em geral. (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

Carrossel?: 
0
Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: