*“policia-federal-realiza-autuacao-em-flagrante-de-um-universitario-do-9o-periodo-do-curso-de-direito-quando-recebeu-em-sua-residencia-50-notas-falsas-de-r$-20-perfazendo-um-total-de-r$-1.000-(mil-reais)”*

*“POLÍCIA FEDERAL REALIZA AUTUAÇÃO EM FLAGRANTE DE UM UNIVERSITÁRIO DO 9º PERÍODO DO CURSO DE DIREITO QUANDO RECEBEU EM SUA RESIDÊNCIA 50 NOTAS FALSAS DE R$ 20 PERFAZENDO UM TOTAL DE R$ 1.000 (MIL REAIS)”*

A Polícia Federal em Pernambuco, procedeu a autuação em flagrante na tarde do dia 02/03/2020, por volta das 11h, de um universitário (está cursando o 9º período do curso de Direito) solteiro, 25 anos, natural de Recife/PE e residente em Iputinga/PE, *(não possui antecedentes criminais).* A prisão foi realizada por policiais federais lotados na Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários-DELEFAZ, através de informações na área de inteligência policial, dando conta de que um suspeito (ainda não identificado) teria enviado uma remessa de cédulas falsas, a partir de uma agência dos Correios de Goiana/GO e que teria como destino a agência dos Correios de Recife/PE.

De posse dessas informações foi montada uma equipe de policiais federais que se dirigiram até a agência com vistas a identificar o destinatário e realizar a prisão, caso houvesse a confirmação da ilicitude. A ação teve seu desfecho, quando os federais identificaram a encomenda e se dirigiu ao endereço do remetente e quando o funcionário dos Correios fez a entrega o universitário foi abordado pelo federais que ao ser solicitada a abertura do envelope, *constatou-se que dentro dele havia contendo 50 (cinquenta) cédulas falsas, de R$ 20 reais totalizando R$ 1.000,00 (mil reais);*

Terminado os trabalhos ostensivos e tendo sido constatado a existência das cédulas falsas, o universitário recebeu voz de prisão em flagrante, foi informado dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida foi conduzido para a Superintendência da Polícia Federal, no Cais do Apolo, onde acabou sendo *autuado em flagrante pelo crime contido no artigo 289 § 1º do Código Penal (Adquirir Moeda Falsa) e caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 3 a 12 anos de reclusão, além de multa Após a autuação, o preso realizou Exame de Corpo de Delito no IML – Instituto de Medicina Legal, *foi encaminhado para a audiência de custódia, onde foi liberado e responderá ao processo em liberdade, ficando a disposição da Justiça Federal.*

Em seu interrogatório, o preso informou que as cédulas falsas não lhe pertenciam e que apenas as receberia para passar para um amigo que é membro de uma torcida organizada de um time pernambucano (não deu detalhes sobre quem seria). Disse ainda pagou pelas notas R$ 100 reais e que tais notas foram enviadas por um torcedor de um time de Goiás. Por fim disse que estava extremamente arrependido pelo que havia feito *A Polícia Federal vem desenvolvendo várias operações policiais no Brasil onde tem identificado e prendido criminosos que estão utilizando tanto os correios como a internet para a venda ilegal de notas falsas. Em 13/03/2019, foi deflagrada a operação Big Jhow no Espírito Santo, em 10/09/2019 – Operação Monster no Tocantis e em 22/10/2019, a operação Real Fake em Cuiabá.* O Facebook, proíbe o uso da rede social para facilitar ou organizar atividades criminosas que causem danos financeiros a pessoas ou negócios e remove qualquer conteúdo desse tipo quando ficam ciente através de denúncias.

*ESTATÍSTICAS EM PERNAMBUCO*

*EM 2018 REGISTRAMOS OS SEGUINTES RESULTADOS:*
04 (quatro) apreensões significativas;
R$ 33.500,00 (trinta e três mil e quinhentos reais); 06 (seis) presos;
*EM 2019 REGISTRAMOS OS SEGUINTES RESULTADOS:*
05 (cinco) apreensões significativas;
R$ 13.100,00 (treze mil e cem reais); 07 (sete) presos;

*A maior apreensão realizada pela Polícia Federal no Estado de Pernambuco aconteceu no dia 14.09.2009 através da “Operação Contenção” realizada nas cidades de Canhotinho/PE, Agrestina/PE e Caruaru/PE quando foram presas 04(quatro) pessoas e apreendidas R$ 44.900,00 (quarenta e quatro mil e novecentos) reais em notas falsas.*

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: