pcr-participa-da-semana-da-visibilidade-trans

PCR participa da Semana da Visibilidade Trans

Para comemorar o Dia da Visibilidade Trans, estão sendo realizados atendimentos de saúde, exposições e inauguração de memorial.

Para marcar o Dia da Visibilidade Trans, comemorado na próxima quarta-feira (29), a Prefeitura do Recife vai participar da 7ª Semana Nordestina da Visibilidade Trans, promovida pela Articulação e Movimento de Transexuais e Travestis de Pernambuco (Amotrans-PE), em parceria com a PCR e outros órgão e entidades. Ao longo da semana, haverá atendimentos de saúde, exposição fotográfica e inauguração de memorial.Desta segunda (27) até a próxima sexta-feira (31), a Secretaria de Saúde do Recife realizará acolhimento, testes rápidos para Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e encaminhamentos de exames de preventivo ginecológico para homens trans no Ambulatório LGBT Patrícia Gomes, que funciona na Policlínica Lessa de Andrade, na Madalena. Os atendimentos são abertos ao público LGBT residente no Recife, e acontecerão das 8h às 17h.Nesta segunda, a Sesau Recife, através da Coordenação da Política de Atenção à Saúde da População LGBT, vai receber uma homenagem do movimento social transexual pelo trabalho exercido em prol de uma saúde livre de preconceito e discriminação. A premiação será durante o debate que acontecerá após exibição do Filme “Divina Divas”, que conta a trajetória de oito artistas lendárias e pioneiras travestis desde a década de 1960.A partir da terça-feira (28), às 14h, fotos de usuários transexuais e travestis do Ambulatório LGBT Patrícia Gomes serão expostas na Policlínica Lessa de Andrade, com o objetivo chamar atenção da sociedade para a importância da implementação de políticas públicas de equidade em saúde que transformem e deem qualidade de vida à população LGBT.Na quarta-feira (29), Dia da Visibilidade Trans, o ambulatório LBT do Hospital da Mulher do Recife (HMR), no Curado, terá uma manhã de ações educativas e de orientações, com o objetivo de levar informações qualificadas para quebrar barreiras e preconceitos e também divulgar o serviço especializado. A partir das 8h30, a equipe do ambulatório LBT fará palestras em várias áreas da assistência do Hospital, como Emergência, Centro de Imagem, Casa das Mães e Ambulatório Geral, além de percorrer as áreas administrativas do HMR para levar a ação educativa aos colaboradores da unidade.Também na quarta, às 11h, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife, através da Gerência de Livre Orientação Sexual (Glos), inaugura um memorial em reconhecimento à luta do movimento trans. A cerimônia será realizada no Parque 13 de Maio, no Centro do Recife, e atende a um pleito da Conferência Municipal LGBT do Recife.Ainda para marcar o Dia da Visibilidade Trans, as cores do movimento trans vão iluminar alguns pontos do Recife na quarta-feira. Com o apoio da Emlurb, receberão iluminação especial nas cores rosa, azul e branco a Ponte Estaiada, na Via Mangue, Zona Sul do Recife, e a Ponte Princesa Isabel, na área central da cidade.Já na sexta-feira (31), o Centro Municipal de Referência em Cidadania LGBT do Recife, na Boa Vista, receberá o lançamento da Exposição Transformar e Libertar, que retrata a vida de mulheres travestis e transexuais no Presídio de Igarassu. A ação é organizada pela Glos, em parceria com a Secretaria da Mulher do Recife.SAÚDE LGBT – Para promover a saúde integral de lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e travestis, a atual gestão da Prefeitura do Recife instituiu, em 2015, a Política de Atenção à Saúde da População LGBT do Recife, que, entre outras ações, inclui abertura de espaços de referência para o acolhimento e cuidado com a saúde desse público, como o Ambulatório LGBT Patrícia Gomes e o Ambulatório LBT do Hospital da Mulher do Recife. Mais de 1.200 profissionais das Unidades de Saúde da Família e de Centros de Atenção Psicossocial já passaram por capacitações e sensibilização em sexualidade, gênero e saúde da população LGBT.O Ambulatório LGBT Patrícia Gomes, na Policlínica Lessa de Andrade, foi aberto pela Sesau Recife em 2017, sendo o primeiro ligado à Atenção Básica em Pernambuco. De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, os pacientes são assistidos por equipe multiprofissional formada por médico, enfermeiro, psicólogo, além de residentes do Programa Multiprofissional de Saúde da Família. O serviço oferece exames clínicos e processo transexualizador ambulatorial (hormonização), adequado à necessidade do usuário. No espaço, já foram feitos cerca de 1.500 atendimentos e, atualmente, 500 pacientes estão cadastrados.Já o ambulatório LBT do Hospital da Mulher do Recife, no Curado, tem, atualmente, cerca de 350 lésbicas, bissexuais e transexuais cadastradas. A mulher pode conhecer o serviço e ter acesso à entrevista social, sem necessidade de marcação prévia. Para isso, basta se dirigir ao HMR, de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. O atendimento da Ginecologia acontece nas segundas e quartas-feiras. É importante lembrar que só são atendidas pacientes com SUS do Recife.CENTRO LGBT – Ligado à Gerência de Livre Orientação Sexual (Glos), da Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife, o Centro LGBT é um espaço de promoção da cidadania e garantia de direitos de gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais, habilitado a fornecer orientações sobre direitos humanos e prestar atendimento especializado a vítimas de discriminação e violência homofóbica. Implantado em 29 de agosto de 2014, é o primeiro Centro de Referência Municipal do Estado de Pernambuco.Com equipe multiprofissional formada por agente de direitos humanos, psicólogo, advogado e assistente social, o equipamento tem cerca de dois mil usuários cadastrados e já realizou mais de oito mil atendimentos. O Centro LGBT funciona na Rua dos Médicis, nº 86, no bairro da Boa Vista, das 8h às 12h e das 13h às 17h. O telefone de lá é o 3231-1553.

Secretaria?: 
0
Categoria/Assunto: 
Carrossel?: 
0
Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: