Olinda distribui pulseiras de identificação para crianças e adolescentes nas prévias e no carnaval

Ação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos é realizada no Sítio Histórico da cidade.

Com o objetivo de proteger crianças e adolescentes, a prefeitura de Olinda distribui pulseiras para identificação durante os domingos de prévias carnavalescas e também nos dias da festa de Momo. A ação da Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos (SDSCDH) ocorre no Sítio Histórico teve início em setembro de 2018.

Segundo Odin Neves, secretário da pasta, 700 pulseiras têm sido distribuídas por domingo, em média. A cada semana, elas mudam de cor, mas sempre possuem um campo para ser preenchido com os dados do menor de idade e do responsável, com telefone para contato.

“As pulseiras são semelhantes às que são usadas em blocos. São resistentes à água e contam com um lacre para evitar que sejam rompidas e danificadas”, afirma o secretário.

As pulseiras podem ser adquiridas com a equipe de abordagem social que circula das 16h às 22h pelos principais corredores das prévias, como Praça do Carmo, Rua do Bonfim, Rua Prudente de Morais e Rua do Amparo. Os profissionais têm uma prancheta e vestem uma camisa branca da prefeitura de Olinda, com o nome “assistência social” e a sigla SDSCDH na parte de trás.

“É uma equipe da Secretaria Executiva de Assistência Social, vinculada à nossa pasta, que faz um levantamento das vulnerabilidades, em campo, durante seu regime de plantão. Eles já atuam nos grandes eventos da cidade, e as prévias fazem parte disso”, explica Odin.

De acordo com o secretário, a ação é importante por haver um quantitativo considerável de crianças que se perdem dos responsáveis e poderiam ter seus direitos violados.

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: