o-processo-de-educacao-e-ensino-na-idade-moderna-episodio-de-hoje:-o-renascimento-e-sua-influencia-no-processo-educativo-e-de-ensino-(parte-4).

O PROCESSO DE EDUCAÇÃO E ENSINO NA IDADE MODERNA. EPISÓDIO DE HOJE: O Renascimento e sua influência no processo educativo e de ensino (Parte 4).

Direto de Brasília-DF.

 

Dante Alighieri já havia falecido há quase oitenta anos, Petrarca e Giovanni Boccaccio há trinta, mas o legado dos três resistiria à História. O resgate do humanismo fez surgir a Renascença e esse movimento se espalhará pela Itália e será a faísca que incendiará o espírito da Europa na direção de uma cultura mais voltara para a ciência que para o dogma e o misticismo.

É na trilha dos ensinamentos daqueles poetas e pensadores, que no início do século XV, ano de 1400, na cidade de Florença, nasce o “humanismo cívico”, destinado a formar o “bom cidadão”, um novo homem que tenha participação política, cultural e intelectual na cidade.

Note que o humanismo nasce com foco na formação do “homem bom”, ou seja, um homem ética e moralmente disposto a ser melhor, dispostos a conciliar Deus com a plenitude da vida terrena, enquanto o humanismo cívico foca na formação do “bom cidadão”, o homem politicamente educada para servir â comunidade na qual vive, ou seja, à cidade, já conceituada por Aristóteles como o conjunto de cidadãos.

Essa estratificação do humanismo em humanismo cívico e muitas outras que viriam com o tempo, surgiu em tempos de paz, já que a guerra daquele período era contra a Peste Negra ou bubônica. Nestes momentos em que todos os países têm um inimigo comum eles se unem, como parece estar ocorrendo agora com o Coronavírus ou COVID19. A lógica impõe primeiro pensar na sobrevivência para somente depois travar guerras de vaidade pelo Poder.

O humanismo cívico tinha como objetivos e metas a produção de bons cidadãos que pudessem contribuir com a vida pacífica e produtiva para o crescimento social e econômico das cidades, apregoando também os valores da liberdade individual para pensar e agir.

O século XV (inaugurado com o ano 1400) que foi chamado de “Quatrocento” passou a considerar Humanismo, como o conjunto de estudo dos clássicos. Por que os Clássicos? Porque aquele período que se iniciou logo após os ensinamentos de Tales de Mileto e prosseguiu com filósofos da estirpe de Hipócrates, Epicuro, Sócrates, Platão e Aristóteles fez florescer o racionalismo antropocêntrico na Grécia Antiga e era exatamente isto que os Humanistas e humanistas cívicos desejavam, reacender o espírito lógico e crítico para despertar a Europa para um novo processo educacional e de ensino.

Continua…

 

AVISO DE UTILIDADE PÚBLICA: Proteja-se contra a Dengue, Zica, Chikungunya e agora contra o Coronavírus(COVID19). Saiba que a maioria das pestes que dizimou milhares de pessoas no passado ocorria por falta de asseio pessoal e limpeza. Hoje, há guerras biológicas, descuidos de cientistas que manipulam vírus maldosa ou descuidadamente em laboratórios pelo mundo e interesses comerciais vários, mas a falta de higiene pessoal e nos ambientes nos quais vivemos comumente, segue dando vida e alimentando antigos e novos vírus e bactérias. Cuide-se bem. Seja limpo com você, com seu bairro e com sua cidade!

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: