no-dia-do-ciclista,-pcr-entrega-ciclofaixa-rosarinho-e-amplia-a-conexao-entre-as-rotas-ciclaveis-do-recife

No Dia do Ciclista, PCR entrega Ciclofaixa Rosarinho e amplia a conexão entre as rotas cicláveis do Recife

 

Uma nova ciclofaixa será inaugurada na Zona Norte do Recife: a Ciclofaixa Rosarinho, com 2 km de extensão, combinada a uma área de trânsito calmo com uso de urbanismo tático. A entrega, feita nesta quarta-feira (19), marca o Dia do Ciclista e a I Semana Estadual de Conscientização do Motorista aos Direitos do Ciclista e de Incentivo ao Ciclismo. Além da Ciclofaixa Rosarinho, outras cinco rotas cicláveis deverão ser entregues até o final do mês de setembro. Dessa forma, o Recife passará a contar com 140 km de malha cicloviária, o que representa um aumento de 480% desde 2013, quando havia 24 km. Apenas durante a pandemia da Covid-19, já foram implantados 24,1 km de ciclofaixas que se interligam umas às outras, de forma que os cidadãos têm cada vez mais opções de rotas seguras pela cidade. Em 2019, Recife foi eleita a 4ª capital com a rede cicloviária mais completa e acessível do Brasil pelo Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP).Na Zona Norte, a Ciclofaixa Rosarinho tem 2 km de extensão e faz conexão com as ciclofaixas Santos Dumont e Marquês de Abrantes. Saindo do Parque da Jaqueira, o equipamento passa pelas ruas Hoel Sette, Neto de Mendonça, Doutor José Maria, Simão Mendes, General Abreu e Lima, Couto Magalhães e Salvador de Sá.Encantando o caminho que será percorrido por ciclistas, a nova Ciclofaixa do Rosarinho ganhou uma intervenção artística comandada por Manoel Quitério. O artista plástico é integrante do projeto Colorindo o Recife, da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, importante ferramenta de promoção de política pública e fomento à arte urbana. Participaram também da pintura das peças de urbanismo tático integrantes do grupo Aurora das Estrelas. A intervenção, além de embelezar as ruas da cidade também reforça que aquela é uma área de trânsito calmo, promovendo mais segurança para pedestres e ciclistas.Também na Zona Norte, será entregue, até o final de setembro, a segunda Etapa da Rota Othon Paraíso, que também fará conexão com o Eixo Cicloviário Camilo Simões, e a Ciclofaixa Correia de Brito, que fará conexão com a Rota Professor José dos Anjos. No centro da Cidade, a 4ª Etapa da Rota Boa Vista faz parte do Projeto Nova Conde da Boa Vista e terá conexão entre a Zona 30 da Ilha do Leite e a Avenida Conde da Boa Vista. Ao todo, já são 49,69 km interligados entre o Centro e a Zona Norte do Recife.Já na Zona Sul, a Ciclofaixa Joana Bezerra fará conexão com a Zona 30 da Ilha do Leite e será importante para intermodalidade, já que vai passar pelos terminais de ônibus e de metrô. E na Zona Oeste, a Ciclofaixa Paris se conectará com as ciclofaixas Arquiteto Luiz Nunes e Antônio Falcão. Ela será importante para fazer a conexão entre a Zona Oeste e a Zona Sul, formando 51,85 km de rotas interligadas entre essas áreas.A presidente da CTTU, Taciana Ferreira, destaca a importância desses novos equipamentos para cidade. “Temos avançado cada vez mais na melhoria e ampliação de nossas estruturas cicloviárias, na certeza de que essa diretriz da gestão tem incentivado os cidadãos a utilizarem a bicicleta nos seus deslocamentos diários e promovido mais segurança para todos os ciclistas. A segurança viária tem sido o elemento principal presente em todos os nossos projetos.” A secretária de turismo, esportes e lazer, Ana Paula Vilaça, destacou a importância da pintura artística nas áreas de urbanismo tático para ocupação da cidade. “Essa é uma ação do Projeto Colorindo Recife, da Prefeitura da Cidade. Esperamos que seja uma área para ocupação do espaço público pelas pessoas porque trabalhamos para que os recifenses curtam e usem as ruas da maneira mais democrática possível. Foi um projeto coordenado pelo grande artista Manoel Quitério, com a participação de moradores de rua do Projeto Aurora da Estrela, além da participação das pessoas que também se envolveram na construção desse mosaico aqui no Rosarinho.” A Prefeitura do Recife promove mais uma ação do Projeto Colorindo Recife. Dessa vez, na nova Ciclofaixa aqui no bairro do Rosarinho. Levando arte urbana e beleza para as ruas da cidades, esse projeto foi coordenado pelo grande artista Manoel Quitério, com a participação de moradores de rua do Projeto Aurora da Estrela, além da participação das pessoas que também se envolveram na construção desse mosaico aqui no Rosarinho.RECONHECIMENTO – A atual gestão da PCR entregou à população mais de 100 km adicionais de malha cicloviária nos últimos anos, um crescimento sem precedentes, que contribui para o deslocamento seguro de quem opta por esse meio de transporte. Em 2019 a malha cicloviária de Recife foi considerada, em estudo realizado pelo Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP-Brasil), como a quarta rede mais acessível à população dentre as 20 maiores cidades do país. O estudo mostra que mais de 24% da população da cidade consegue acessar uma rede cicloviária a menos de 300 m de sua residência. Isso é um marco importante da Política Pública voltada para a mobilidade Sustentável e para o incentivo a ciclomobilidade.COLORINDO O RECIFE – O Colorindo o Recife foi lançado em 2013 com o objetivo criar galerias a céu aberto, embelezando a cidade. O projeto evoluiu e virou, em 2017, política pública de fomento à arte urbana, sendo aberto um edital de cadastro de novos artistas do grafiti. Dentro do Colorindo o Recife são realizadas ainda oficinas com as comunidades, incentivando a cultura da arte urbana.  Ao todo o projeto já coloriu cerca de 200 espaços públicos na cidade. CONSULTE O MAPA AQUI

Secretaria?: 
0
Secretária / Órgão: 
Categoria/Assunto: 

img_alt

Ao todo, até setembro, serão 140 km de malha cicloviária, sendo 24.1 km implantados durante a Pandemia da Covid-19 (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

Carrossel?: 
0
Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: