natura-adere-ao-movimento-#movethedate-que-alerta-sobre-o-limite-dos-recursos-naturais-do-planeta

Natura adere ao movimento #MoveTheDate que alerta sobre o limite dos recursos naturais do planeta

A cada ano, o Dia do Esgotamento da Terra (Earth Overshoot Day, em inglês) marca a data em que a humanidade usou todos os recursos naturais que o planeta pode renovar durante o ano inteiro. Em 2020, o dia será no próximo sábado (22). O cálculo é feito pela rede ambientalista norte-americana Global Footprint Network em parceria com autoridades de diversos países e ONGs, como a World Widelife Fund for Nature (WWF).

A pandemia e as consequentes mudanças de hábitos tomadas durante o isolamento social prorrogaram o Dia de Esgotamento da Terra em quase um mês em relação ao ano passado. A data começou a ser calculada nos anos 1970 e, desde 2005, o dia do esgotamento não chegava à terceira semana de agosto. Entretanto, a organização alerta que as mudanças não são suficientes ou resultaram de maior conscientização por práticas mais sustentáveis de consumo.

 

Diante da necessidade de adiar essa data todos os anos, a Natura anuncia adesão à campanha #MoveTheDate, criada para incentivar pessoas e empresas a contribuírem para a melhora do cenário ambiental atual.

A Natura também reforçará a mensagem de adesão à campanha em suas redes sociais a fim de ampliar o engajamento de sua rede de relações. Executivos da empresa convidarão pessoas para aderirem ao movimento em suas publicações em redes sociais e participarão de vídeo da Global Footprint Network.

 

O principal objetivo do movimento #MoveTheDate é prorrogar o Dia do Esgotamento da Terra em pelo menos cinco dias a cada ano, assim, a humanidade poderá alcançar a compatibilidade com os limites do planeta antes de 2050.

 

“Somos da geração que tem acesso ao conhecimento e à tecnologia que podem combater o esgotamento dos recursos naturais do planeta. Ao mesmo tempo que os alarmes desse esgotamento nos mostram um cenário preocupante, podemos ser também a primeira geração que, consciente do impacto, se mobiliza para mudar o cenário que se aproxima. Ao aderir ao movimento #MoveTheDate, a Natura quer convocar mais empresas e pessoas a ser parte da solução para esse problema global”, afirma Denise Hills, diretora de sustentabilidade da Natura.

 

Neste ano, o grupo Natura &Co se comprometeu a acelerar a implementação de um modelo econômico de produção circular, capaz de regenerar mais do que é necessário para a produção garantir a circularidade de embalagens até 2030. O grupo também se compromete  a usar 95% de ingredientes naturais ou renováveis e 95% de fórmulas biodegradáveis até 2030 em todas as quatro marcas do grupo (Natura, Avon, The Body Shop e Aesop), além de desenvolver mais soluções regenerativas focadas em comunidades de comércio justo, sistema de extração regenerativa e soluções de resíduos em plástico até 2030.

 

As iniciativas da Natura em prol do meio ambiente também permitiram na contribuição da conservação de 1,8 milhão de hectares de floresta na Amazônia. A meta é conservar 3 milhões de hectares até 2030. A empresa também possui várias ações focadas em reciclagem, como a reutilização de 925 toneladas de plástico reciclado por ano na produção de embalagens dos produtos da marca, evitando que o equivalente a 31 milhões de garrafas PET vire lixo. As principais linhas da Natura oferecem opções de refil, economizando anualmente o equivalente ao lixo produzido por 4,7 milhões de pessoas em um único dia. Além disso, até 2030, a empresa pretende, por meio de programas de coleta e reuso, atingir 100% de descarte responsável onde não houver infraestrutura de reciclagem disponível, bem como garantir que todas as embalagens de seus produtos sejam reutilizáveis, recicláveis ou biodegradáveis.

 

Sobre a Natura

Fundada em 1969, a Natura é uma multinacional brasileira de higiene e cosmética. Conta com mais de 1.8 milhão de consultoras na América Latina, sendo líder no setor de venda direta no Brasil. Faz parte de Natura &Co, resultado da combinação entre as marcas Avon, Natura, The Body Shop e Aesop. A Natura foi a primeira companhia de capital aberto a receber a certificação de empresa B no mundo, em dezembro de 2014, o que reforça sua atuação transparente e sustentável nos aspectos social, ambiental e econômico. É também a primeira empresa brasileira a conquistar o selo “The Leaping Bunny”, concedido pela organização de proteção animal Cruelty Free International, em 2018, que atesta o compromisso da empresa com a não realização de testes em animais de seus produtos ou ingredientes. Com operações na Argentina, Chile, Colômbia, Estados Unidos, França, México, Peru e Malásia, os produtos da marca Natura podem ser adquiridos com as Consultoras, por meio do e-commerce, app Natura, nas lojas próprias ou nas franquias “Aqui tem Natura”. Para mais informações, visite www.natura.com.br  ou acesse os perfis da empresa nas redes sociais: LinkedIn, Facebook e Instagram.

Fonte: Dupla Comunicação

Foto: Internet

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: