marco-aurelio-repercute-operacao-da-pf-na-prefeitura-do-recife

Marco Aurélio repercute operação da PF na Prefeitura do Recife

DENÚNCIA – “Até lojas de produtos veterinários ganharam direito de vender máquinas testadas apenas em porcos e sem certificado da Anvisa.” Foto: Reprodução/Evane Manço

O líder da Oposição na Alepe, deputado {dep: 364635(Marco Aurélio Meu Amigo)} (PRTB), repercutiu, na Reunião Plenária desta quinta (28), o cumprimento de mandados de busca e apreensão pela Polícia Federal (PF) na sede da Prefeitura do Recife. A operação está relacionada à apuração de supostas irregularidades na compra de 500 respiradores pulmonares, com dispensa de licitação, pela Secretaria de Saúde.

“A gente vê isso com muita tristeza. O prefeito gasta uma fortuna com a saúde, os números são maiores que os de São Paulo e Rio de Janeiro. E há denúncias até de lojas de produtos veterinários que ganham direito de vender máquinas testadas apenas em porcos – e sem certificado da Anvisa”, disse.

O parlamentar fez críticas, ainda, à condução do combate ao novo coronavírus pela administração municipal. Segundo ele, a Prefeitura não se preparou como deveria e, ao atender pacientes com suspeita de Covid-19 em hospitais que não são de referência para esses casos, teria contribuído para a disseminação do vírus.

Para Marco Aurélio, o prefeito Geraldo Julio tem optado, além disso, por “agir de forma partidária, posicionando-se contra o presidente Jair Bolsonaro, sem se preocupar com as pessoas”. “Havia uma série de sinalizações de erros. Mas os maiores eram as falcatruas, que estavam claras. Não me lembro quando a Polícia Federal entrou antes na sede da Prefeitura do Recife. Este é um dia triste para os recifenses”, emendou.

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: