joao-paulo-repercute-manifestacoes-politicas-nas-festas-de-carnaval

João Paulo repercute manifestações políticas nas festas de Carnaval

ANÁLISE – “Escolas de samba apresentaram enredos politizados, engajados na crítica social e contrários às discriminações racial e de gênero.” Foto: Roberto Soares

O deputado {dep: 364606(João Paulo (PCdoB))} comentou, em discurso no Pequeno Expediente desta segunda (2), as manifestações políticas observadas nas festas de Carnaval em diferentes partes do País. O parlamentar elogiou o tom crítico dos enredos de algumas escolas de samba do Rio de Janeiro e de São Paulo, a campanha contra o assédio denominada “Não é Não”, além de protestos contra as políticas do presidente Jair Bolsonaro.  

“O Brasil nunca viveu uma fase tão assustadora como a de agora. No entanto, apesar de tudo, fomos às ruas brincar e mostrar que não perdemos a alegria, nem a esperança ou a capacidade de resistência”, pontuou. “As escolas de samba apresentaram enredos politizados, engajados na crítica social e contrários às discriminações racial e de gênero”, acrescentou, registrando os desfiles da Mangueira, Viradouro, Mancha Verde e Tom Maior.

Com relação à folia em Pernambuco, João Paulo citou os discursos políticos feitos pela cantora Elza Soares e pelo músico Antônio Nóbrega durante shows no Recife. “Foi uma festa inesquecível em um ano difícil. O Carnaval mostrou-se como mais uma forma de lutar pela democracia, justiça e liberdade. A alegria é o oposto do fascismo”, afirmou o comunista, que lamentou episódios de violência policial nas festas carnavalescas.

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: