funcionamento-do-setor-de-alimentacao-em-pernambuco-e-restrito-para-locais-que-oferecem-espacos-para-sentar,-diz-governo

Funcionamento do setor de alimentação em Pernambuco é restrito para locais que oferecem espaços para sentar, diz governo

https://i0.wp.com/s03.video.glbimg.com/x240/8688094.jpg?resize=618%2C347&ssl=1

G1

O anúncio de retomada do setor de alimentação em Pernambuco, feito na quinta (09), gerou dúvidas sobre quais empresas podem reabrir e levantou questionamentos dos empreendedores em relação ao horário de para o funcionamento. Nesta sexta (10), a secretária-executiva de Desenvolvimento Econômico, Maíra Fischer, afirmou que só podem operar, até às 20h, espaços que oferecem mesas e balcão para que os clientes consumam alimentos quando estiverem sentados.

Já o horário de funcionamento, segundo Maíra, foi definido após uma decisão colegiada de um comitê que acompanha indicadores do novo coronavírus no estado.

Segundo a secretária-executiva, a venda de alimentos para consumo feito em pé não será permitida nessa primeira fase da retomada de bares, restaurantes, lanchonetes e cafeterias, a partir do dia 20 de julho. A medida é válida somente para o Grande Recife e a Zona da Mata.

“É importante que o estabelecimento funcione de uma maneira organizada, diferente do que a gente viu em outros locais do país. Os clientes vão ter que estar acomodados em mesas ou no balcão. Dessa maneira, todos os segmentos de alimentação vão poder funcionar. É mais uma questão da forma como vai funcionar do que quais estabelecimentos vão funcionar”, explicou Maíra.

Ainda de acordo com a secretária-executiva, não vai haver restrição à venda de bebidas nesse momento. O protocolo com todos os itens a serem cumpridos pelos estabelecimentos do setor deve ser divulgado ainda nesta sexta-feira (10).

De acordo com o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Pernambuco (Abrasel-PE), André Araújo, o setor havia reivindicado a abertura até às 22h, em reuniões com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

“Esse horário faz uma diferença muito grande para os pequenos negócios. Se essa medida for mantida, vai penalizar muitos trabalhadores, muitas famílias”, afirmou Araújo.

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: