diretoria-da-unale-entrega-trofeu-do-premio-assembleia-cidada-a-alepe

Diretoria da Unale entrega troféu do Prêmio Assembleia Cidadã à Alepe

ALEPE ACOLHE – Poder Legislativo pernambucano recebeu o selo temático e cheque no valor de R$ 20 mil pela iniciativa. Foto: Roberto Soares

A Assembleia Legislativa de Pernambuco recebeu, nesta quarta (19), o troféu de vencedora do Prêmio Assembleia Cidadã, oferecido pela União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale). A Alepe conquistou o 1º lugar na categoria Projetos Especiais no concurso promovido na última Conferência da entidade, realizada em novembro de 2019, em Salvador (BA), com o projeto Alepe Acolhe. A iniciativa oferece cursos de qualificação e vagas de estágio remunerado para jovens que estão no cadastro nacional de adoção e em situação de vulnerabilidade. O Poder Legislativo pernambucano recebeu o Selo Assembleia Cidadã e um cheque no valor de R$ 20 mil.

NOVIDADE – “Estamos trabalhando com o corpo técnico da Casa em busca de projetos similares para concorrer novamente”, anunciou Eriberto Medeiros. Foto: Roberto Soares

O Alepe Acolhe foi lançado em maio de 2019 e conta com a parceria da 2ª Vara da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Segundo a servidora da Assembleia e idealizadora do projeto, Cristiane Alves, o valor do prêmio será direcionado a cursos de capacitação para os participantes da ação. “Oito vagas foram criadas inicialmente e duas adolescentes já foram acolhidas pela Casa para atuar na Procuradoria e na Divisão de Almoxarifado. A partir de março, estaremos aptos a receber 20 jovens”, antecipou. 

O presidente da Assembleia, deputado {dep: 14824(Eriberto Medeiros)} (PP), afirmou que a união dos deputados estaduais de todo o Brasil irá permitir que mais iniciativas desse tipo possam surgir. “Estamos trabalhando com o corpo técnico da Casa em busca de projetos similares para concorrer novamente e manter o prêmio conosco. Agradecemos à Unale pelo reconhecimento”, frisou.

IDEALIZADOR – Assembleia tem tradição em causas libertárias, mas faltava implantar uma política de traço social, pontuou Clodoaldo Magalhães. Foto: Roberto Soares

O primeiro-secretário da Assembleia, deputado {dep: 14819(Clodoaldo Magalhães)} (PSB), afirmou que a Alepe tem tradição em causas libertárias, mas faltava implantar uma política de traço social. “É o caso dos adolescentes que vivem em casas de adoção, prestes a completar 18 anos. Além do abandono familiar, eles têm outras carências que precisam ser atendidas. Procuramos dar um olhar especial enquanto Poder Público”, salientou, ressaltando o pioneirismo do projeto. Ele espera que a iniciativa inspire outras instituições: “Agradecemos à Mesa Diretora da Casa, ao Judiciário e à Unale pelo apoio à causa”, enfatizou.

A presidente da Unale, deputada estadual Ivana Bastos (PSD-BA), afirmou que o prêmio foi criado pela nova gestão da entidade a fim de estimular ações legislativas mais humanizadas. “Não sabíamos que a disputa seria tão concorrida, mas, no final, o melhor projeto foi o mais votado”, disse. Idealizador do prêmio, o deputado estadual Kennedy Nunes (PSD-SC), que é vice-presidente do Conselho Fiscal da Unale, parabenizou o ineditismo de Pernambuco: “O Estado saiu na frente e fez a diferença, mais uma vez”, ressaltou. Cada parlamentar recebeu da Mesa Diretora da Alepe uma escultura de caboclo de lança, símbolo do maracatu pernambucano. 

RECONHECIMENTO – “Não sabíamos que a disputa seria tão concorrida, mas, no final, o melhor projeto foi o mais votado”, disse Ivana Bastos. Foto: Roberto Soares

Também estiveram presentes à cerimônia a juíza Hélia Viegas Silva, da Vara da Juventude, representando o presidente do TJPE, desembargador Fernando Cerqueira, e o vice-presidente regional da Unale, deputado estadual Ricardo Barbosa (PSB-PB). Antes do encerramento, foi exibido um vídeo institucional sobre o projeto Alepe Acolhe.

Prêmio – Essa foi a primeira edição do Prêmio Assembleia Cidadã. Por meio dele, a Unale procura contemplar projetos que humanizam os serviços prestados pelo Poder Legislativo Estadual. Além da Alepe, também foram vitoriosas as Assembleias Legislativas do Rio Grande do Norte, na categoria Gestão, com o projeto Legis RH; e do Espírito Santo, na categoria Atendimento ao Cidadão, com o projeto Espaço Assembleia Cidadã.

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: