depois-de-fortes-chuvas,-reeducandos-trabalham-para-diminuir-transtornos-nas-ruas-de-petrolina

Depois de fortes chuvas, reeducandos trabalham para diminuir transtornos nas ruas de Petrolina

Desde as primeiras horas da manhã desta terça (07/01), um grupo de 50 reeducandos, egressos do sistema prisional, trabalha para amenizar os impactos causados pelas fortes chuvas que atingiram Petrolina, no sertão pernambucano. Os apenados cumprem pena no regime aberto e são beneficiados com uma parceria entre a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) e a gestão municipal.

Os trabalhadores se dividem para atuar na limpeza de canais e galerias retirando lixos e entulhos. A retirada de lama ocorre em bairros como Maria Auxiliadora, Jardim São Paulo, Vila Eduardo e no km 2, próximo ao novo pátio de eventos da cidade. “A operação tem o intuito de minimizar os transtornos causados pelo lixo que obstrui as passagens de água e esgoto, como também limpar as ruas que estão alagadas ou com lama”, conta o reeducando Geadson Batista.

O Patronato Penitenciário, órgão vinculado à SJDH, acompanha os reeducandos que também recebem assistência jurídica e psicossocial. Atualmente, 175 egressos trabalham em Petrolina. Eles recebem um salário mínimo (R$ 1.039) e auxílio para transporte e refeição. “A vida pregressa dessas pessoas não importa. Agora é hora de servir à população e cuidar da cidade. Com ocupação, os reeducandos têm a oportunidade de mudar de vida, garantir o sustento da família e sair da zona de violência”, destaca o secretário de Justiça e Direitos Humanos Pedro Eurico.

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: