CIDADE PACÍFICA / Garanhuns se integra a projeto do Ministério Público de Pernambuco

cidade-pacifica-/-garanhuns-se-integra-a-projeto-do-ministerio-publico-de-pernambuco


O prefeito de Garanhuns, Sivaldo Albino, recebeu representantes do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), na quinta-feira (23), para assinatura do convênio que implanta o projeto ‘Cidade Pacífica’ no município. O chefe do executivo municipal ressaltou a importância das parceiras para as iniciativas que tragam mais benefícios para a população. “A segurança pública é uma prioridade urgente, e estar ao lado do MPPE e das demais instituições para ampliar a segurança das pessoas é muito importante, de forma monitorada, com políticas públicas e ações efetivas”, afirmou Albino.

O promotor de Justiça, Dr. Domingos Sávio, registrou a importância da adesão dos municípios ao projeto Cidade Pácífica: “Representa um avanço na consciência de que segurança pública é responsabilidade de todos e deve ser buscada sobretudo na prevenção, através da promoção da cultura de paz, da melhor interação entre os órgãos de segurança e destes com a comunidade, com o uso da tecnologia disponível e respeito aos direitos básicos da cidadania.”

Estiveram também presentes outros representantes do MP, o Procurador do Município, Dr. Paulo André Couto Soares, o Diretor-Presidente da AMSTT, Rodolpho Almeida, o Secretário de Obras, Infraestrutura e Serviços Públicos, Fá Albino, o presidente da Câmara de Vereadores, Jhonny Albino e o Secretário Geral da CODEAM, Cayo Albino.

CIDADE PACÍFICA

O MPPE, como fomentador de políticas públicas, apresenta os eixos e as metas do projeto Cidade Pacífica, acompanha e auxilia o município em sua trajetória para concluir seus compromissos e fiscaliza de forma razoável os erros e acertos no sentido de corrigir e premiar. Além disso, a equipe do Cidade Pacífica acompanha os indicadores de violência de cada município participante e cria um ranking periódico, apontando os que reduziram a criminalidade. Os que conseguem sucesso são certificados pelo resultado satisfatório.

EIXOS / Guarda municipal pacificadora; Segurança nos estabelecimentos comerciais e bancários; Esporte pacificador/Cultura/Lazer; Mesa municipal de segurança; Proteção integrada pacificando escolas; Empresas solidárias; Transporte pacificador; Iluminação pacificadora; Pacificando Bares e similares (Operação Bar Seguro); e Juntos pela segurança na saúde/Covid-19, dentre outros.

Com a adesão de Garanhuns, são agora 45 cidades pernambucanas que estão com o projeto, mas o MPPE trabalha para mais adesões em breve.

Fotos: Thomas Ravelly