Cais do Sertão celebra sete anos com programação virtual

Postado em:

Serviço Cultural

Francisco Andrade/Divulgação

Francisco Andrade/Divulgação

O equipamento cultural é um dos espaços mais visitados da capital pernambucana

Há sete anos apresentando o Sertão cantado por Luiz Gonzaga a pernambucanos, turistas e visitantes, o Centro Cultural Cais do Sertão, equipamento do Governo do Estado situado no Bairro do Recife e que coleciona prêmios pela sua exuberante arquitetura, celebra e propaga a memória da cultura popular. Para celebrar os anos em atividade, o museu promove inúmeras ações nas redes sociais, com playlists temáticas, lives e webinários. Os admiradores do espaço podem acompanhar toda a programação gratuitamente.

“Celebrar o aniversário do Cais do Sertão com a presença física dos nossos visitantes ainda não é possível, por isso planejamos uma série de ações nas redes sociais do museu. O Cais, aliás, durante esta pandemia, virou referência pela programação online de alto nível que tem oferecido e isso muito nos orgulha. Neste mês, teremos ainda mais lives e playlists e um novo webinário, tudo voltado ao forró e à obra de Luiz Gonzaga, que é nossa principal fonte de inspiração”, comenta o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes.

Para reforçar a ligação do público com o Cais, será promovido um concurso fotográfico via Instagram do museu. O interessados em participar podem postar, nos dias 21 e 22 de abril, fotografias tiradas em visita ao museu com a hashtag #cais7anos. Os autores das melhores imagens terão as fotos publicadas no perfil do museu no dia 24 de abril. O terceiro colocado ganha 1 entrada gratuita acompanhante para visitar o museu quando ele reabrir; já o segundo, terá direito a passeio de catamarã. O vencedor desfrutará de refeição para dois no Restaurante Cais Rooftop.

PROGRAMAÇÃO MENSAL – A programação online do mês de aniversário está recheada. Nesta quinta-feira, dia 8 de abril, a faixa quinzenal Papo de Museu, que promove a interação do Cais com outros museus do País, a partir do diálogo com gestores de instituições variadas, recebe Nathália Vieira, do Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (Mamam), do Recife. Ele vai falar sobre a experiência do Mamam durante a pandemia. A live será mediada pela educadora Thalita Mesquita, do time do Cais.

Na segunda semana do mês, no dia 15, a faixa Conexão Cais privilegia a reflexão sobre a cultura popular e Luiz Gonzaga. O convidado é o músico e pesquisador Climério de Oliveira, que vai comentar sobre o tema: “Forró: uma codificação de Luiz Gonzaga”. O encontro virtual possibilitará que o autor divulgue a sua pesquisa, que é tema de seu livro homônimo e foco do debate. Climério será atração de bate-papo mediado pelo educador Sandro Santos. A live será transmitida no Instagram.

No dia 29, haverá outra live do Conexão Cais, desta vez recebendo o trio As Januárias, que refletem sobre o forró, o xaxado, o baião e a receptividade dos gêneros no mercado fonográfico. A conversa contará com mediação do músico-educador Diogo do Monte.

A celebração do aniversário do centro cultural contará com webinário com o objetivo de refletir sobre o papel dos museus no século 21. Transmitida ao vivo e via canal do YouTube do museu, a roda de conversa conta com a participação do arquiteto responsável pelo projeto da sede do Cais, Marcelo Ferraz; do professor titular do Programa de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Luiz Amorim, e da doutoranda em Desenvolvimento Urbano/Arquitetura (UFPE) Lívia Nóbrega. A roda acontecerá no dia 20 de abril, às 20h, e contará com mediação de Hugo Menezes, vice-chefe do Departamento de Antropologia e Museologia (DAM), da UFPE.

“A programação virtual do Cais sempre nos motiva a promover interlocuções com o internauta e também com artistas, acadêmicos e gestores museais de todo o País. Neste novo ciclo do museu, estamos seguindo com o compromisso de levar uma programação de qualidade para todos os públicos”, salienta a gestora do Cais, Maria Rosa Maia.

SELEÇÃO MUSICAL – Além das transmissões ao vivo, o Spotify do Cais contará com playlists especiais durante todo o mês. Nos dias 21 e 28, o time educativo do museu homenageia os legados de Jackson do Pandeiro e Totonho e os Cabras, respectivamente. Todas as playlists podem ser acessadas e baixadas gratuitamente.

O Cais do Sertão segue fechado para visitação presencial, em respeito às medidas de controle ao novo coronavírus determinadas pelo Governo de Pernambuco.

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: