Boletim Covid-19 ATDEFN

A Administração de Fernando de Noronha informa que foram confirmadas mais três curas clínicas entre os pacientes em recuperação na Ilha. Restam ainda quatro pacientes infectados pelo novo coronavírus, cumprindo quarentena, em isolamento domiciliar. Foram encaminhadas nesse sábado (08/08) ao Recife, para exames, amostras de 12 casos em investigação. Noronha registrou desde o início da pandemia 91 casos de Covid-19, sendo 42, identificados pelo estudo epidemiológico em curso no arquipélago.

ENTRADA DE MORADORES E TRABALHADORES – Todos os moradores e trabalhadores que desembarcam em Noronha precisam cumprir o protocolo estabelecido para a entrada de pessoas na ilha. O documento prevê regras de quarentena para os recém-chegados e multa de dois salários mínimos para quem descumprir o isolamento. Assim que desembarcam, os passageiros recebem uma pulseira de identificação que só deve ser removida pela equipe de vigilância em saúde no fim da quarentena ou quando sair o resultado do segundo teste, realizado na ilha, confirmando a ausência do vírus.

Antes do embarque, todos devem apresentar resultado negativo em exame feito no continente, na semana da viagem. Os moradores que desejam voltar para casa precisam fazer um cadastro na Assistência Social do arquipélago. A administração, junto com o conselho distrital da ilha, organiza os grupos para cada voo de acordo com as prioridades e entra em contato informando a data do retorno de cada um. Os números para contato com a assistência social são: (81) 9 9488 3167 / 9 8494 0311 / 9 8494 0307 / 9 9488 3165 / 9 9488 4367 / 9 9488 4367.

ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO – Está em curso a fase de coletas da segunda etapa da pesquisa “Incidência e Prevalência da Covid-19 no Arquipélago de Fernando de Noronha”. Todos os participantes do estudo fazem novos exames de nariz e garganta, o RT-PCR, e sorológico, com amostras do sangue. Dos 904 investigados durante a primeira fase, 42 foram identificados com o novo coronavírus. A maioria teve a doença de forma assintomática e só descobriu que esteve infectado após a pesquisa.

Devido à reabertura da ilha para entrada de moradores que estavam no continente, aumentando o risco de uma nova disseminação da doença, é necessário dar continuidade ao estudo, com a participação de todos os pesquisados na primeira etapa. O estudo tem sido importante para orientar as ações de vigilância e controle da Covid-19 e no apoio a tomada de decisões da Administração na retomada das atividades sociais e econômicas em Fernando de Noronha. 

FLEXIBILIZAÇÃO DAS ATIVIDADES – Com o controle da disseminação do novo coronavírus na ilha, algumas atividades que fazem parte da rotina dos moradores já foram liberadas. Desde o último dia 20/07, está permitido o funcionamento das academias de ginástica na ilha. Restaurantes, bares e lanchonetes da ilha podem funcionar, com 50% da capacidade de mesas e cadeiras.

O transporte público voltou a circular. Também já estão permitidas as celebrações religiosas e as atividades de equipes esportivas. Noronha liberou ainda o comércio varejista, salões de beleza e serviços de estética, construção civil, clínicas e consultórios médicos, odontológicos e veterinários, óticas, clínicas de fisioterapia e de psicologia. As praias também já podem ser frequentadas pelos moradores. Todos os setores e serviços precisam seguir o protocolo para cada atividade.

PRAIAS – Desde o último dia 18/07, passou a ser permitido o passeio de barco na ilha. Como as demais atividades liberadas, também é preciso seguir um protocolo de prevenção ao novo coronavírus, publicado nas nossas redes sociais. O acesso às praias de Noronha não tem mais restrição de horário e podem ser frequentadas por grupos de até 10 pessoas. Antes só era permitida a permanência até às 16h.

Os moradores também já podem levar alimentos e bebidas para consumo próprio. Os quiosques da praia do Porto estão liberados para funcionamento, mas toldos e guarda-sóis continuam vetados. As praias de Noronha estão liberadas para os moradores desde o dia 25/05.

VIGILÂNCIA EM SAÚDE – Para garantir o controle da circulação do vírus na ilha, é necessário que a população esteja atenta. Ao sentir qualquer sintoma gripal, o morador deverá comunicar à Vigilância em Saúde da ilha, relatar o quadro e seguir as orientações recebidas. A equipe de saúde deve ser contactada pelos números: 3619-0956 / 99488-4366.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO – A Administração de Fernando de Noronha reforça a importância de serem mantidas as medidas de prevenção ao novo coronavírus. O uso das máscaras é obrigatório para todos que precisarem circular pelas vias públicas. As máscaras, de tecido ou descartáveis, devem ser utilizadas de forma correta, cobrindo o nariz e a boca.

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: