assembleia-lamenta-mortes-do-bispo-de-palmares-e-de-cardiologista

Assembleia lamenta mortes do bispo de Palmares e de cardiologista

HOMENAGEM – Antônio Moraes registrou pesar, durante a Reunião Plenária Extraordinária. Foto: Roberta Guimarães

Os falecimentos do bispo da Diocese de Palmares, Dom Henrique Soares da Costa,  no último sábado (18), e do cardiologista Mauro Arruda, na segunda (21), foram lembrados no início da Reunião Plenária desta quinta (23). Os parlamentares fizeram um minuto de silêncio, a partir de uma solicitação da deputada {dep: 14851(Teresa Leitão)} (PT), que presidiu o encontro. 

Dom Henrique era alagoano, tinha 57 anos e comandava a diocese há seis anos. O bispo foi internado no dia 4 de julho, na Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital Memorial São José, no Recife, em decorrência de Covid-19. No dia 16, apresentou dificuldades para respirar, tendo de ser entubado. O religioso foi sepultado em Palmares (Zona da Mata Sul). “Lamentamos muito sua morte”, afirmou Teresa. 

O deputado {dep: 14815(Antônio Moraes)} (PP) registrou pesar pelo falecimento do cardiologista Mauro Arruda, que tinha 89 anos e morreu em razão de uma leucemia. Segundo o parlamentar, o médico era natural de Bom Jardim, mas passou parte da vida em Limoeiro e em João Alfredo, no Agreste. ”Graças à sua vocação e habilidade, ele se tornou referência nacional em cardiologia”, destacou. O médico, que tinha 89 anos,  também foi professor universitário e escreveu quatro livros. “Toda a região lamenta essa perda”, frisou.

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: